09:24 27 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    101017
    Nos siga no

    Em declaração de apoio ao Azerbaijão, o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, expressou esperança na manutenção das operações militares de Baku para obter controle de Nagorno-Karabakh.

    Durante cerimônia de inauguração de hospital na cidade turca de Konya, Erdogan afirmou:

    "O Azerbaijão já libertou um grande território. Espero que ele [Azerbaijão] continue sua luta até libertar todas as suas terras em Nagorno-Karabakh."

    O discurso do presidente turco foi transmitido ao vivo em sua conta no Twitter.

    Por sua vez, o Ministério da Defesa do Azerbaijão declarou ainda em 27 de setembro que as Forças Armadas da Armênia bombardearam áreas civis na região fronteiriça de Nagorno-Karabakh, o que teria causado a morte tanto de militares quanto de civis.

    Já segundo o Ministério da Defesa da Armênia, a autoproclamada república de Nagorno-Karabakh "foi submetida a ataques de foguetes e aéreos".

    Erevan também acusou Baku de ter iniciado um avanço na região de litígio, enquanto a república não reconhecida acusa as forças azeris de terem bombardeado áreas povoadas por civis, incluindo sua capital Stepanakert.

    Autoridades de Nagorno-Karabakh têm conclamado sua população a se refugiar em locais seguros, enquanto mobilização militar foi anunciada na região.

    Da mesma forma, a Armênia declarou estado de guerra e mobilização de parte de sua população.

    A crise instalada na região tem chamado a atenção de autoridades políticas estrangeiras, muitas das quais expressaram esperança em um cessar-fogo.

    Contudo, o conflito tem sido marcado por relatos de perdas tanto de vidas civis e militares quanto de materiais.

    Mais:

    VÍDEO mostra supostos helicóptero e drone do Azerbaijão sendo abatidos em Nagorno-Karabakh
    Armênia: Azerbaijão transfere comando aéreo da ofensiva contra Nagorno-Karabakh à Turquia
    Estatuetas de terracota de 2.000 anos são descobertas na Turquia (FOTOS, VÍDEO)
    Tags:
    Turquia, Recep Tayyip Erdogan, Azerbaijão, Armênia, conflitos, Nagorno-Karabakh
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar