15:25 27 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    1310
    Nos siga no

    A porta-voz do Ministério da Defesa da Armênia, Shushan Stepanyan, relatou na terça-feira (29) a eliminação de veículos blindados azeris durante combate no começo do dia na linha de contato em Nagorno-Karabakh.

    "Continuam os combates de intensidade variável, acompanhados por fogo de artilharia inimiga. Em várias direções da linha de contato, unidades armênias repeliram ataques das Forças Armadas do Azerbaijão, avançando em algumas áreas para ações de retaliação e infligindo danos a soldados e equipamentos militares. Em particular, nesta madrugada, em direção ao sul foi atingido um comboio de veículos militares de ataque do inimigo", escreveu a porta-voz em sua página no Facebook.

    Por sua vez, Forças Armadas do Azerbaijão continuam a ofensiva para libertação da cidade de Fizuli na linha de contato em Nagorno-Karabakh, relatando destruição de quatro tanques armênios, segundo a assessoria de imprensa do Ministério da Defesa do Azerbaijão.

    Material bélico armênio nas proximidades da fronteira de Nagorno-Karabakh (foto de arquivo)
    © REUTERS . Reuters Staff
    Material bélico armênio nas proximidades da fronteira de Nagorno-Karabakh (foto de arquivo)

    "A ofensiva do Exército do Azerbaijão continua para a libertação da cidade de Fizuli. Das 07h00 às 08h00 [00h00 e 01h00, horário de Brasília] mais quatro tanques armênios foram destruídos pelos nossos soldados heroicos [...]. Atualmente, as operações de combate continuam", nota a assessoria de imprensa do Ministério da Defesa azeri.

    O Ministério das Relações Exteriores do Azerbaijão declarou que os bombardeios armênios causaram a morte de dez civis, dentre eles dois alunos, e deixaram mais de 30 feridos.

    Combates intensos de madrugada em Nagorno-Karabakh

    Ministério da Defesa do Azerbaijão anunciou combates intensos na linha de contato em Nagorno-Karabakh.

    "Na madrugada de 28 a 29 de setembro, combates intensos continuaram por toda a linha da frente. As Forças Armadas da Armênia tentaram contra-atacar várias vezes […]", aponta a assessoria de imprensa da entidade militar.

    O porta-voz do Ministério de Defesa armênio, Artsrun Ovannisyan, detalhou o preparo das Forças Armadas do Azerbaijão para novo ataque em Nagorno-Karabakh.

    "O inimigo iniciou intenso preparo de artilharia, para mais um ataque", escreveu porta-voz em sua página no Facebook.

    Erevan e Baku têm relações tensas na região de Nagorno-Karabakh desde fevereiro de 1988, quando a região autônoma, maioritariamente habitada por cidadãos armênios, anunciou a intenção de sair da então República Socialista Soviética do Azerbaijão.

    Após as hostilidades de 1992-1994, o Azerbaijão perdeu controle sobre Nagorno-Karabakh, bem como sobre outros sete distritos ao redor.

    Mais:

    'Chegou a hora de acabar com a ocupação' armênia de território do Azerbaijão, diz Erdogan
    Azerbaijão afirma ter destruído completamente um regimento armênio em Nagorno-Karabakh, Erevan nega
    Armênia anuncia em que caso usará sistemas de mísseis russos Iskander em Nagorno-Karabakh
    Tags:
    Nagorno-Karabakh, artilharia, Azerbaijão, Ministério da Defesa da Armênia, Armênia, territórios disputados, conflito armado
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar