19:57 23 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    71416
    Nos siga no

    A região é disputada pelos dois países há mais de 30 anos, quando a Região Autônoma de Nagorno-Karabakh se separou da então República Socialista Soviética do Azerbaijão.

    O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, telefonou a seu homólogo do Azerbaijão, Ilham Aliyev, expressando apoio completo em relação à situação de conflito com a Armênia na região de Nagorno-Karabakh, relata o serviço de imprensa de Aliyev à Sputnik.

    "Em 27 de setembro [domingo], Recep Tayyip Erdogan, presidente da República da Turquia, telefonou a Ilham Aliyev, o presidente da República do Azerbaijão. O presidente da Turquia expressou condolências ao presidente e ao povo do Azerbaijão pela morte de civis e soldados azeris como resultado da provocação militar da Armênia", relata o serviço de imprensa presidencial do Azerbaijão.

    O comunicado confirma o contínuo apoio de Ancara a Baku, agradecendo sua intervenção no conflito com Erevan.

    "O presidente Ilham Aliyev informou sobre os eventos na linha de frente. Os chefes de Estado expressaram confiança de que as relações amigáveis e fraternais entre o Azerbaijão e a Turquia continuarão se desenvolvendo com sucesso", indica.

    O Ministério de Defesa do Azerbaijão anunciou no início de domingo (27) que as Forças Armadas da Armênia dispararam contra assentamentos na linha de contato em Karabakh, relatando também vítimas civis. Por sua vez, segundo o Ministério da Defesa da Armênia, Karabakh "foi submetido a ataques aéreos e de mísseis", com os militares da Armênia derrubando dois helicópteros e vários drones do Azerbaijão.

    Vahram Poghosyan, porta-voz do presidente da república não reconhecida de Nagorno-Karabakh, informou que diversos povoados em Karabakh, bem como a capital Stepanakert, foram submetidos a fogo de artilharia, e apelou para que a população se abrigasse.

    Hostilidades em Nagorno-Karabakh

    O conflito em Nagorno-Karabakh começou em fevereiro de 1988, quando a Região Autônoma de Nagorno-Karabakh anunciou sua separação da República Socialista Soviética do Azerbaijão.

    Baku perdeu o controle sobre Nagorno-Karabakh e sete áreas vizinhas em 1992-1994 como resultado do confronto armado. Desde 1992, as negociações para a solução pacífica do conflito têm sido conduzidas pelo Grupo de Minsk da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa, liderado por três países: Rússia, EUA e França.

    A Rússia apelou hoje (27) a um cessar-fogo entre os dois países, depois que o conflito se voltou a intensificar.

    Mais:

    Administração Trump ainda não reconhece genocídio armênio, mesmo que Senado sim
    Rússia apela para um cessar-fogo imediato em Nagorno-Karabakh
    Está sobrando? China presenteia Armênia com equipamentos militares
    Tags:
    Nagorno-Karabakh, Ilham Aliyev, Sputnik, França, EUA, Rússia, Turquia, Recep Tayyip Erdogan, Armênia, Azerbaijão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar