10:41 28 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    2271
    Nos siga no

    Os militares chineses participarão dos exercícios estratégicos Kavkaz (Cáucaso) 2020, que serão realizados na região de Astrakhan, no sul da Rússia, entre os dias 21 e 26 de setembro, segundo informou o Ministério da Defesa chinês em um comunicado.

    Anteriormente, o ministro da Defesa russo, o general do Exército Sergei Shoigu, disse que contingentes de nove países estrangeiros devem participar dos exercícios estratégicos e que outros nove países enviariam observadores militares.

    "Em linha com os acordos alcançados entre a Rússia e a China, as Forças Armadas chinesas enviarão pessoal para a região de Astrakhan na Rússia para participar dos exercícios estratégicos Kavkaz 2020, a serem realizados de 21 a 26 de setembro", disse o Ministério da Defesa da China em comunicado publicado em seu site.
    Sistemas de mísseis terra-ar S-300 Favorit do Distrito Militar do Sul durante exercícios militares com o 4º Exército Aéreo e de Defesa Antiaérea no polígono de Ashuluk, na região de Astrakhan
    © Sputnik / Sergei Pivovarov
    Sistemas de mísseis terra-ar S-300 Favorit do Distrito Militar do Sul durante exercícios militares com o 4º Exército Aéreo e de Defesa Antiaérea no polígono de Ashuluk, na região de Astrakhan

    Armênia, Bielorrússia, Irã, Mianmar, Paquistão e outros países também participarão dos exercícios. O Ministério chinês disse ainda que os exercícios "não são dirigidos contra terceiros e não têm relação com a situação na região".

    "Neste momento importante, quando o mundo inteiro está lutando contra a epidemia, a participação da China nos exercícios visa desenvolver ainda mais as relações sino-russas de parceria abrangente e interação estratégica em uma nova era, aprofundar a cooperação prática dos exércitos dos dois países no treinamento militar, aumentar a capacidade das forças multinacionais de responder conjuntamente às ameaças à segurança e manter a paz e a estabilidade regionais", afirmou.

    Mais:

    Pentágono: EUA devem enfrentar Rússia e China 'em todas as regiões do planeta'
    Índia se retira de exercícios militares na Rússia por causa das tensões com China
    Brasil e EUA em alerta: China propõe à Rússia criação de 'aliança da soja'
    Tags:
    Sergei Shoigu, Rússia, Cáucaso, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar