14:40 27 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    0 27
    Nos siga no

    Imagens de satélite mostram que sistema de resfriamento da instalação nuclear norte-coreana de Yongbyon seria muito vulnerável a uma enchente do rio Kuryong.

    Ainda na semana passada, o rio, em cujas margens está construída a instalação nuclear de Yongbyon, registrou uma enchente.

    De acordo com publicação do site 38 North, especializado em analisar assuntos sobre a Coreia do Norte, a enchente pode ter sido a pior dos últimos anos, conforme mostram as imagens feitas desde o final de julho até a primeira quinzena de agosto.

    Imagem de satélite do centro de pesquisa nuclear de Yongbyon mostra enchente ao longo das margens do rio Kuryong, na Coreia do Norte, em 6 de agosto de 2020
    © REUTERS / Airbus Defence & Space and 38 North / Pleiades © CNES 2020, Distribution Airbus DS
    Imagem de satélite do centro de pesquisa nuclear de Yongbyon mostra enchente ao longo das margens do rio Kuryong, na Coreia do Norte, em 6 de agosto de 2020

    Como resultado, o alto nível da água teria atingindo as casas de bombas usadas para o resfriamento dos reatores nucleares do local.

    Imagem de satélite do centro de pesquisa nuclear de Yongbyon mostra enchente ao longo das margens do rio Kuryong, na Coreia do Norte, em 6 de agosto de 2020
    © REUTERS / Airbus Defence & Space and 38 North / Pleiades © CNES 2020, Distribution Airbus DS
    Imagem de satélite do centro de pesquisa nuclear de Yongbyon mostra enchente ao longo das margens do rio Kuryong, na Coreia do Norte, em 6 de agosto de 2020

    Dessa forma, as condições climáticas locais poderiam causar sérios danos na usina nuclear.

    "O mais importante é que a enchente mostrou o quão vulneráveis os sistemas de resfriamento dos reatores nucleares são a eventos climáticos extremos, neste caso, a danos nas bombas de seus sistemas de energia, ou entupimento nas bombas que drenam a água do rio", apontou o site.
    Imagem de satélite do centro de pesquisa nuclear de Yongbyon mostra enchente ao longo das margens do rio Kuryong, na Coreia do Norte, em 6 de agosto de 2020
    © REUTERS / Airbus Defence & Space and 38 North / Pleiades © CNES 2020, Distribution Airbus DS
    Imagem de satélite do centro de pesquisa nuclear de Yongbyon mostra enchente ao longo das margens do rio Kuryong, na Coreia do Norte, em 6 de agosto de 2020

    Em caso de entupimento ou avaria nos sistemas de bombas, os reatores nucleares teriam que ser desligados.

    Enquanto isso, a estação de enriquecimento de urânio da usina nuclear não parece ter sido afetada pela enchente, ao passo que o nível de água pode ter diminuído no último dia 11.

    Acredita-se que a usina nuclear de Yongbyon produza elementos necessários para a produção de armas nucleares da Coreia do Norte.

    Em março de 2011, a usina nuclear de Fukushima, no Japão, sofreu grandes danos depois que três dos seus seis reatores derreteram em consequência de o local ter sido atingido por um forte tsunami.

    Mais:

    Trump diz que se vencer eleições fará acordos com Irã e Coreia do Norte 'rapidamente'
    União Europeia aplica sanções contra pessoas físicas e jurídicas da Rússia, China e Coreia do Norte
    Coreia do Norte desafia previsões ocidentais modernizando submarinos que ameaçariam EUA, diz revista
    Tags:
    acidente nuclear, enchente, Coreia do Norte, Yongbyon, central nuclear
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar