10:23 12 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    0 82
    Nos siga no

    "Repentinas" mortes de inúmeros frangos por gripe aviária na Coreia do Norte levou o país asiático a aumentar o estado de atenção e reforçar medidas para prevenir doenças nos animais.

    Entre as medidas estão o envio de policiais a aviários, mercados e outros estabelecimentos para evitar a venda ilegal de animais abatidos e "punir legalmente" os que tenham um "comportamento ilegal".

    Além disso, membros de uma agência central do governo norte-coreano foram enviados às diferentes províncias do país para observar de perto a vigilância sanitária e checar se as medidas contra o surto de gripe aviária estão sendo respeitadas, reportou o portal Daily NK citando fonte de dentro da Coreia do Norte.

    Após a desinfecção de tais estabelecimentos ser feita, o governo norte-coreano já avisou que o ressurgimento da gripe aviária não será considerado "um simples erro", mas uma violação das ordens do Partido dos Trabalhadores da Coreia, em poder no país.

    Desta forma, caso sejam encontrados culpados pela propagação da gripe aviária, estes poderão ser demitidos ou rebaixados de posto.

    Também foi reportado que o surto da gripe aviária resultou na morte em massa de animais em oito aviários.

    Contudo, as medidas contra a doença deverão ser aplicadas com o mesmo vigor também em casas que possuem estoques de animais.

    Além da gripe aviária

    O surto de gripe aviária no país vem à tona logo após a Coreia do Norte ter assumido oficialmente seu primeiro caso suspeito da COVID-19.

    O país garante que já está desenvolvendo uma vacina contra o coronavírus e que o esforço científico tem obtido êxito.

    Mais:

    Antes de ida de Bolsonaro, Brasil quer menos taxas da Índia para vendas de frango
    Kim Jong-un se cerca de pistolas para comemorar 67° aniversário do fim da Guerra da Coreia (FOTOS)
    'Reino Unido é especialista nessas especulações', diz presidente do CNPC sobre frango com salmonela
    Tags:
    novo coronavírus, COVID-19, doença, gripe aviária, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar