07:56 25 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    51116
    Nos siga no

    Os Estados Unidos estão explorando maneiras de melhorar as capacidades de defesa da Austrália, inclusive com armas hipersônicas, disse o secretário de Defesa dos EUA, Mark Esper, nesta terça-feira (28).

    A declaração veio depois de Esper se reunir com o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, junto à ministra das Relações Exteriores da Austrália, Marise Payne, e a ministra da Defesa da Austrália, Linda Reynolds. O encontro foi realizado nesta terça-feira (28), em Washington.

    "Tivemos uma discussão muito ampla sobre as capacidades que os Estados Unidos possuem e as que a Austrália possui, e nosso desejo [é] de promovê-las, sejam hipersônicas ou qualquer outro tipo de capacidade", disse Esper.

    O secretário de Defesa enfatizou a importância de encontrar maneiras de impedir o que ele chamou de "mau comportamento" na região indo-pacífica e métodos para defender a ordem internacional, particularmente contra o que chamou de "atividade maligna" da China.

    Secretário de Defesa dos EUA, Mark Esper (foto de arquivo)
    © AP Photo / Susan Walsh
    Secretário de Defesa dos EUA, Mark Esper (foto de arquivo)

    O Departamento de Defesa publicou um comunicado após a reunião, dizendo que as autoridades discutiram o compromisso dos dois países em cooperação bilateral em diferentes questões de defesa.

    A lista de tópicos discutidos inclui armas hipersônicas, defesa antiaérea e antimísseis integrada, guerra eletrônica, submarina e espacial, além de outras tecnologias, acrescentou o comunicado.

    Mais:

    Austrália irá gastar US$ 726 milhões para modernizar base aérea a ser utilizada pelos EUA
    Austrália, Japão e EUA conduzem exercícios no mar das Filipinas em meio a tensões com China
    Austrália envia unidades militares a base aérea dos EUA para manobras em meio a tensões com China
    Tags:
    China, Mark Esper, Mike Pompeo, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar