09:27 10 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    2131
    Nos siga no

    Um homem, de 39 anos de idade, estaria com peste bubônica por ter comido carne de marmota, animal que é frequentemente portador desta doença grave.

    Autoridades do distrito de Uliastai, que é a capital da província ocidental de Zavkhan, declararam no domingo (26) introdução de uma quarentena por tempo indefinido por peste bubônica após a identificação de caso suspeito entre população local, escreve imprensa mongol.

    Um homem, de 39 anos de idade, foi internado em um hospital com sintomas da infecção: febre alta, dor muscular e dor de cabeça. Soube-se que uma semana atrás ele e sua família comeram carne de marmota, animal que pode portar a bactéria Yersinia pestis, causadora da referida peste.

    A partir de 25 de julho, está proibido entrar e sair de Uliastai, onde as autoridades recomendam que cidadãos mantenham o regime de quarentena, não se reúnam em grupos numerosos e não comam carne de marmota.

    Em 14 de julho, foi registrada na Mongólia uma morte por peste bubônica. A primeira vítima mortal no país asiático corresponde a um adolescente de 15 anos, que vivia no sudoeste do país.

    Mais:

    Agora peste bubônica? Virologista avalia riscos de propagação desta praga
    Morre 1ª vítima do novo surto da peste bubônica na Mongólia
    Primeiro caso de peste bubônica em cinco anos atinge homem nos EUA
    Tags:
    vida selvagem, Ásia, contaminação, Mongólia, doenças graves, peste
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar