02:29 04 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    6461
    Nos siga no

    "Um pássaro não pode entender a ambição de um cisne", declarou a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Hua Chunying.

    A porta-voz da chancelaria chinesa, Hua Chunying, declarou nesta sexta-feira (17) que vários altos funcionários norte-americanos "ficaram loucos", entre eles o procurador-geral William Barr, quanto às relações com o país asiático.

    "Estas pessoas, para seu próprio interesse e ganho político, não pensam duas vezes ao sequestrar a opinião pública interna […] até o ponto de perderem a razão e ficarem loucas", afirmou a porta-voz, conforme cita a agência AFP.

    Neste contexto, Hua expressou a esperança de que as autoridades de Washington "voltem à racionalidade", acrescentando que a China não tem a intenção de substituir os EUA.

    "Um pássaro não pode entender a ambição de um cisne", declarou. "É um erro de juízo e mal-entendido sobre as intenções estratégicas da China", salientou.

    Nesta quinta-feira (16), Barr declarou que a "China está atualmente envolvida em uma guerra-relâmpago econômica", cujo objetivo é "não somente se unir a outras economias industrializadas avançadas, mas também as substituir por completo".

    Mais:

    Novo foco de coronavírus é descoberto no noroeste da China
    Filipinas dizem apoiar fortemente posicionamento dos EUA sobre mar do Sul da China
    Pequim reage à fala de Pompeo e pede que os EUA não se intrometam no mar do Sul da China
    Tags:
    economia, diplomacia, rivalidade, EUA, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar