09:05 10 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    31017
    Nos siga no

    Um avião de vigilância dos EUA sobrevoou esta quinta-feira (18) o território da Coreia do Sul, de acordo com o portal de rastreamento de aviação Aircraft Spots.

    Trata-se do último de uma série de voos realizados para monitorar a Coreia do Norte, em meio a ameaças de Pyongyang de tomar medidas militares contra Seul.

    A aeronave RC-135W Rivet Joint da Força Aérea dos EUA foi detectada voando nos céus sobre a área metropolitana da capital da Coreia do Sul, conforme tuitou o portal Aircraft Spots sem especificar a hora exata da missão, avança agência Yonhap.

    Além das aeronaves de vigilância, aviões EP-3E da Marinha dos EUA e RC-12X das forças norte-americanas na Coreia do Sul (USFK, na sigla em inglês) também foram vistos sobrevoando a península, segundo informaram anteriormente fontes militares.

    ​Avião RC-135W da Força Aérea dos EUA operando sobre a Coreia do Sul.

    Os voos foram realizados devido ao aumento das tensões por parte da Coreia do Norte, que ameaçou enviar tropas para a região fronteiriça e abolir o acordo intercoreano de redução das tensões, como retaliação após o lançamento por Seul de 500.000 balões com panfletos anti-Pyongyang através da fronteira entre os dois países.

    Anteriormente, os militares da Coreia do Sul afirmaram que no caso de Pyongyang passar a ações militares reais, pagará caro por isso.

    Mais:

    Revelado 'tesouro' dourado da Coreia do Norte ocultado por Kim Jong-un
    Coreia do Norte ameaça reocupar zonas desmilitarizadas na fronteira com o Sul
    Pyongyang destrói escritório de comunicação na fronteira entre duas Coreias (VÍDEO)
    Tags:
    tensão bilateral, tensão militar, Boeing RC-135W Rivet Joint, avião de reconhecimento, voo de reconhecimento, voo de observação, Marinha dos EUA, Coreia do Norte, Coreia do Sul
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar