03:14 15 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    0 61
    Nos siga no

    O primeiro-ministro do Quirguistão decidiu renunciar, nesta segunda-feira (15), em meio a ataques parlamentares que seu governo tem sofrido por conta de uma investigação sobre suposta corrupção no setor de comunicações.

    No mês passado, Muhammedkaly Abylgaziev tirou férias do trabalho durante uma investigação da venda suspeita de frequências de rádio nacionais envolvendo uma empresa líder de televisão a cabo e uma grande empresa de telecomunicações, escreve a AFP.

    Mesmo se dizendo inocente e destacando que nem chegou a ser interrogado no caso, Abylgaziev disse através de um comunicado citado pela agência que preferiu deixar o cargo por conta da "incerteza [que] perturba o pleno funcionamento do governo".

    ​Apesar da declarada inocência do premiê, parlamentares do país vinham levantado suspeitas sobre seu envolvimento na polêmica transação, mesmo não tendo sido apontado como suspeito pelos responsáveis pela investigação, que já levou à prisão de um ex-chefe da agência de comunicações do governo e de um diretor de uma empresa de televisão a cabo.

    Abylgaziev, de 52 anos, assumiu o governo do Quirguistão em 20 de abril de 2018, sendo o premiê com mais tempo no cargo desde a derrubada de Kurmanbek Bakiev em 2010.

    Mais:

    Primeiro-ministro de Timor-Leste renuncia a cargo
    Ex-ministro das Relações Exteriores da Turquia: Erdogan busca renúncia de Bashar Assad
    Impeachment de Bolsonaro mostra empate técnico, e apoio à renúncia sobe, diz Datafolha
    Tags:
    AFP, governo, corrupção, investigação, renúncia, primeiro-ministro, premiê, Ásia Central, Ásia, Quirguistão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar