17:04 25 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    251
    Nos siga no

    O líder norte-coreano Kim Jong-un está há mais de 10 dias longe das câmeras após visita a fábrica, que se seguiu a 20 dias de "desaparecimento".

    A última aparição de Kim Jong-un se deu ainda no dia 30 de abril, durante uma visita a uma fábrica de fertilizantes na cidade de Sunchon.

    Na ocasião, o líder inaugurou a instalação que, segundo informações provenientes da Coreia do Norte, foi preparada às pressas.

    Desde então, o líder norte-coreano não teve aparições públicas reportadas pela mídia do país.

    Imagens verdadeiras?

    Concedendo entrevista à Bloomberg, Robert O'Brien, assessor de segurança da Casa Branca, declarou que Kim "provavelmente está bem", apesar do novo "sumiço".

    No entanto, a autoridade americana não pôde confirmar a autenticidade das imagens feitas durante a visita de Kim à fábrica.

    "É muito difícil pegar informação de dentro da Coreia do Norte", afirmou O'Brien.

    Ainda de acordo com ele os EUA presumem que o líder esteja bem tendo por base as últimas imagens.

    Rumores

    No mês de abril surgiram rumores de que Kim teria problemas de saúde ou até mesmo morrido após sua ausência ser notada nas celebrações do Dia do Sol (15 de abril).

    Tal festividade norte-coreana comemora o nascimento do fundador do país, Kim Il-sung, e é considerada como uma das datas mais importantes no calendário do país.

    Além de não comparecer às festividades, o país não divulgou novas imagens do líder até o dia 30 de abril.

    Por sua vez, uma suposta marca em um dos braços do líder fortaleceu rumores de que este tenha sido submetido a procedimentos médicos que poderiam indicar problemas cardíacos.

    Mais:

    EUA reúnem aliados para discutir 'ameaça' de mísseis da Coreia do Norte
    Pompeo: com ou sem Kim, EUA manterão esforços para desnuclearizar a Coreia do Norte
    'Busca deliberada por confronto': Coreia do Norte condena exercícios militares de Seul
    Tags:
    rumores, fábrica, desaparecimento, Coreia do Norte, Kim Jong-un
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar