04:26 22 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    Pandemia da COVID-19 e o mundo no início de maio (100)
    0 43
    Nos siga no

    Por medo de um novo surto do coronavírus após o registro de novos casos da COVID-19, a capital sul-coreana, Seul, determinou neste sábado (9) o fechamento de bares e clubes noturnos.

    Ao mesmo tempo, o presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, pediu para população se manter vigilante. O país asiático, que adotou a estratégia de testagem em massa para conter a epidemia do coronavírus, é visto como um exemplo no combate à doença. 

    A decisão foi tomada após um novo foco de infeções em Itaewon, um dos distritos com vida noturna mais movimentada de Seul. 

    Mais de 10 casos foram relacionados a um homem de 29 anos, que testou positivo para a COVID-19, e esteve em clubes e bares da região no fim de semana passado. 

    Segundo autoridades sanitárias do país, cerca de 7.200 pessoas estiveram nos locais frequentados pelo homem. 

    "A falta de cuidado pode levar a uma explosão das infecções", disse o prefeito de Seul, Park Won-soon, segundo a agência AFP. 

    Maior número de casos desde 9 de abril

    Ele pediu para todos aqueles que estiveram nos locais indicados se apresentarem voluntariamente. As medidas de segurança surgem no momento em que a vida na Coreia do Sul pouco a pouco retorna ao normal, com o relaxamento das regras de distanciamento social. 

    Segundo o governo sul-coreano anunciou no domingo (10), nas últimas 24 horas foram registrados 34 novos casos da COVID-19 no país, sendo 26 transmissões locais do vírus e oito casos importados. Dos 26 casos domésticos, 14 foram notificados em Seul. 

    É o maior número de novos casos na Coreia do Sul desde 9 de abril. Nos últimos 10 dias, os casos domésticos foram zero ou menos de 10. 

    "Só termina quando acaba. Manteremos um alerta elevado até o fim, não devemos nunca baixar a guarda em relação à prevenção de epidemias", disse neste domingo presidente sul-coreano em um pronunciamento para a nação. 

    Segundo o mapa virtual da Universidade Johns Hopkins, a Coreia do Sul tem quase 11 mil casos do coronavírus e 256 mortes.

    Tema:
    Pandemia da COVID-19 e o mundo no início de maio (100)

    Mais:

    Brasil tem 730 novas mortes e passa de 10 mil óbitos por COVID-19
    Manifestantes são detidos na Alemanha por violação de regras de isolamento
    Número de casos de COVID-19 passa de 4 milhões no mundo
    Tags:
    Seul, Coreia do Sul, Ásia, epidemia, pandemia, COVID-19, novo coronavírus
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar