15:40 09 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    2162
    Nos siga no

    Foi encontrada no aeroporto de Naha uma terceira bomba em poucas semanas, provavelmente lançada pelos EUA durante o assalto ao arquipélago meridional japonês em 1945.

    Um porta-voz do Ministério da Terra, Infraestrutura, Transporte e Turismo do Japão anunciou na quinta-feira (30) que uma bomba não explodida, de 550 quilos, 120 centímetros de comprimento e 30 centímetros de diâmetro, foi encontrada por uma equipe de construção que trabalhava perto da pista nº 1 do Aeroporto de Naha às 2h10 na quarta-feira (29).

    O jornal Stars and Stripes relatou, citando um porta-voz da cidade de Naha, que a bomba descoberta estava a cerca de 9 metros de distância dos locais de duas outras bombas previamente descobertas, em 17 e 23 de abril, que foram desarmadas no domingo (26) e posteriormente removidas pela 15ª Brigada da Força Terrestre de Autodefesa do Japão (JGSDF, na sigla em inglês).

    Ainda não foi anunciada uma data para que a 15ª Brigada, que descarta aproximadamente 600 explosivos anualmente, retorne ao aeroporto. Foi colocada uma placa de proteção sobre a bomba até que ela possa ser desativada e descartada pela JGSDF.

    Tal como os explosivos mais recentes, as autoridades japonesas acreditam que as outras duas bombas não detonadas são remanescentes dos ataques aéreos dos EUA em Okinawa durante a Segunda Guerra Mundial.

    "Não é tão raro assim encontrar um aglomerado de bombas em uma área tão próxima como esta, mas não fazemos uma descoberta semelhante [na cidade] há cerca de dois anos", disse o porta-voz da cidade de Naha. "Há uma possibilidade de vermos mais bombas como esta até que a construção da estrada seja concluída ao lado da pista."

    Últimas bombas

    O desenterramento da primeira bomba por explodir no dia 17 de abril provocou o fechamento da pista nº 1 do aeroporto de Naha e dezenas de atrasos e cancelamentos de voos subsequentes.

    O aeroporto esperava pela desativação da primeira bomba quando os trabalhadores da construção civil identificaram uma segunda bomba não detonada em 23 de abril, localizada em uma vala a aproximadamente 20 metros de distância da primeira.

    Após o descarte das munições, a pista nº 1 foi reaberta por alguns dias até o aeroporto fechá-la novamente na quarta-feira (29). Desta vez nenhum voo foi cancelado, pois foram transferidos para a segunda pista.

    Mais:

    Veja em VÍDEO treinamento conjunto dos EUA e Japão com aeronaves Osprey
    F-16 americano está sob investigação após soltar bomba de simulação em vila japonesa
    Descoberta de bomba não detonada da Segunda Guerra Mundial evacua 15 mil pessoas na Alemanha
    Tags:
    Naha, Stars and Stripes, Segunda Guerra Mundial, EUA, Japão, Okinawa
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar