04:34 03 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    2213
    Nos siga no

    Na semana que vem, a China irá começar a testar sua nova moeda digital, o e-RMB, nas quatro principais cidades do país, informou a mídia local.

    Em meio à pandemia de COVID-19, o Banco Central chinês intensificou os trabalhos para lançar a nova moeda digital do país, o e-RMB. A moeda digital será a primeira a ser operada por uma grande economia.

    O país já teria iniciado testes em algumas cidades, como Shenzhen, Suzhou, Chengdu, além de uma região ao sul de Pequim, chamada Xiong'an, e regiões que sediarão alguns dos eventos dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2022 em Pequim.

    O jornal Daily China informou que alguns funcionários do governo dessas localidades devem receber os seus salários na moeda digital a partir do mês de maio.

    O portal Sina News informou que a moeda digital será adotada pelo sistema de transporte público de Suzhou, enquanto na região de Xiong'na os testes com a moeda devem se concentrar nos setores de alimentos e varejo.
    Alguns meios de comunicação afirmaram que empresas como McDonald's e Starbucks concordaram em fazer parte dos testes com o e-RMB.

    Chinesa abaixa máscara para tirar uma selfie, em Wuhan, capital da província de Hubei, na China, 13 de abril de 2020
    © AP Photo / Ng Han Guan
    Chinesa abaixa máscara para tirar uma selfie, em Wuhan, capital da província de Hubei, na China, 13 de abril de 2020

    Xu Yuan, professor associado do instituto nacional de pesquisa de desenvolvimento da Universidade de Pequim, disse à emissora local CCTV que as transações realizadas durante o teste foram feitas off-line, por isso, o Banco Central ainda não está monitorando seu fluxo de caixa em tempo real.

    "Embora haja pouca mudança do ponto de vista do usuário, é a maior mudança de todos os tempos em relação à supervisão do Banco Central, nas suas formas de [providenciar] financiamento e pagamentos no futuro", disse Xu.

    Em 17 de abril, o instituto de pesquisa em moeda digital do Banco Popular da China, que está desenvolvendo o sistema do e-RMB, disse que a pesquisa e o desenvolvimento de um renminbi digital estavam "avançando de forma consistente".

    A moeda digital soberana, que será atrelada à moeda nacional, está em desenvolvimento há alguns anos. Com o lançamento, o uso do papel-moeda deve declinar significativamente, principalmente conforme os consumidores evitam o contato físico durante a pandemia de coronavírus.

    Mais:

    'Mentalidade hegemônica': China pede a Trump para não estar do 'lado errado' na luta contra COVID-19
    Trump volta a culpar a China pela COVID-19: 'Há várias maneiras de responsabilizá-los'
    China rebate acusações e diz que EUA fracassam no combate à COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar