15:44 09 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    Situação em torno da pandemia de COVID-19 no fim de abril (140)
    5339
    Nos siga no

    A China foi para a ofensiva e respondeu às reiteradas acusações por parte do presidente dos EUA, Donald Trump, acusando sua administração de mentir "descaradamente" sobre novo coronavírus.

    Os EUA tentam culpar a China pela pandemia para desviar a atenção de seus próprios fracassos no combate à pandemia, disse o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Geng Shuang, nesta terça-feira (28).

    "Políticos norte-americanos têm repetidamente ignorado a verdade e mentido descaradamente", declarou Geng durante coletiva de imprensa.

    Pequim é alvo recorrente de acusações por parte da administração Trump, que a acusa de instrumentalizar a Organização Mundial da Saúde (OMS) em seu favor e mesmo de fabricar o vírus em laboratório na cidade de Wuhan.

    "Eles [norte-americanos] têm somente um objetivo: fugir da responsabilidade pelas próprias medidas fracas de prevenção e controle da pandemia, e distrair a atenção do público [...]. Mas os fatos são insistentes", declarou Geng.

    Enfermeira chora em centro médico de Nova York, EUA, 16 de abril de 2020
    © REUTERS / Mike Segar
    Enfermeira chora em centro médico de Nova York, EUA, 16 de abril de 2020

    No início desse mês, aliados dos EUA engrossaram ao coro e pediram investigação internacional sobre a causa da pandemia e sobre a resposta chinesa à propagação do vírus.

    "Esperamos que outros países possam trabalhar com a China para fazer coisas que levem à cooperação internacional e à confiança mútua, ao invés de ficar falando uma coisa e fazendo outra", criticou Geng.

    Os EUA são o país mais afetado pela COVID-19 mundialmente, com 988.456 casos e 56.253 vítimas fatais. Nesta terça-feira (22), o estado norte-americano de Missouri entrou com processo legal contra a China, solicitando compensação financeira pelos danos causados pela pandemia.

    Tema:
    Situação em torno da pandemia de COVID-19 no fim de abril (140)

    Mais:

    'Coalizão' anti-China: quem apoia os Estados Unidos nas acusações contra Pequim?
    Embraer inicia arbitragem contra Boeing, e China aparece como 'nova favorita'
    EUA querem politizar, e não reduzir a proliferação nuclear no mundo, afirma China
    Tags:
    acusações, pandemia, COVID-19, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar