02:19 03 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    1235
    Nos siga no

    Ministro da Defesa da Coreia do Sul disse que vizinho do norte apresentou "aumento incomum" de suas atividades militares recentemente.

    O aumento das atividades teria sido observado nas mais frequentes inspeções da prontidão das unidades de artilharia e operações da Força Aérea norte-coreana recentemente, o que provocaria maiores tensões na península coreana.

    O cenário foi descrito pelo ministro da Defesa da Coreia do Sul, Jeong Kyeong-doo, durante cerimônia de graduação de oficiais de seu país, publicou a agência Yonhap.

    O Norte também está recusando conversações com o Sul, ao passo que concentra maior esforços no desenvolvimento de armas.

    "A Coreia do Norte [...] está aumentando tensões militares através de um aumento incomum de suas atividades de inspeção de prontidão para combate, especialmente de sua artilharia, e operações de voo de suas aeronaves militares", afirmou o ministro.

    Recentemente o país realizou um teste com mísseis de cruzeiro, ao passo que caças do país realizaram voos sobre a cidade costeira de Wonsan e lançaram diversos mísseis ar-terra no mar.

    'Desaparecimento' de Kim Jong-un

    A declaração da autoridade sul-coreana se dá enquanto rumores sobre o suposto desaparecimento do líder norte-coreano tem levantado hipóteses sobre o paradeiro de Kim Jong-un.

    Acredita-se que Kim tenha passado por uma cirurgia no coração devido a problemas de saúde no último dia 12.

    A ausência de Kim em eventos importantes no país foi percebida após o mesmo não ter comparecido às celebrações do Dia do Sol (15 de abril), no qual é lembrado o nascimento do fundador do país, Kim Il-sung.

    Mais:

    Coreia do Norte está preparando irmã de Kim Jong-un para sucedê-lo, noticia mídia
    Coreia do Norte exibe poderio de combate de seus aviões MiG-29 e Su-25 (FOTOS)
    General dos EUA minimiza novo teste da Coreia do Norte: 'não é ameaçador'
    Tags:
    operação, península coreana, tensões, atividades militares, Kim Jong-un, Coreia do Sul, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar