14:41 29 Maio 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    0 30
    Nos siga no

    Uma família foi descoberta vivendo secretamente no mercado de animais e marisco de Wuhan, onde se acredita que o novo coronavírus teve origem, e que foi fechado pelas autoridades chinesas em janeiro, após o surto.

    Funcionários em fatos protectores encontraram a família de quatro pessoas na terça-feira (3) depois de terem iniciado a primeira ronda de desinfecção completa no mercado, agora vazio.

    De acordo com Daily Mail, as autoridades providenciaram imediatamente que a família se mudasse para um hotel, onde ficaria em quarentena.

    Nenhum dos membros da família, incluindo uma pessoa idosa e uma criança, apresentavam sintomas no momento em que foram encontrados.

    A família não explicou o porquê de viverem lá, mas um funcionário responsável pela sua recolocação alegou que tinham sido empregados do mercado.

    ​Família de quatro pessoas que viviam secretamente no mercado de alimentos de Wuhan, repleto de coronavírus

    Cientistas do Centro Chinês de Controle e Prevenção de Doenças afirmaram que as pessoas pegaram o coronavírus a partir de animais vendidos no mercado citado.

    Segundo os últimos dados, o número total de pessoas infectadas por coronavírus no mundo inteiro até o momento é de mais de 95.748, com 3.286 mortes registradas. China, Coreia do Sul, Itália e Irã são os países mais afetados.

    Mais:

    Epidemiologista prevê 2ª onda do surto de coronavírus na China
    Paciente curado do coronavírus em Wuhan falece 4 dias após sair do hospital
    Cientistas chineses identificam 2ª estirpe mais agressiva de coronavírus
    Tags:
    COVID-19, mercado de peixes, Wuhan, novo coronavírus
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar