04:36 15 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    0 20
    Nos siga no

    O número de mortos pelo surto do novo coronavírus na China continental aumentou para 2.663, enquanto os casos de pessoas infectadas subiu para 77.658, informou a Comissão Nacional de Saúde da China.

    O órgão recebeu informações relativas a 31 províncias chinesas. Ao todo, 27.232 pacientes que contraíram a nova infecção, batizada de COVID-19, receberam alta. Em um dia, 2.589 pessoas receberam alta. 

    Nas últimas 24 horas, foram registrados 508 novos casos na China continental e 71 mortes provocadas pelo vírus, informou a Comissão. 

    No final de 2019, a China informou sobre o surto de uma doença respiratória causada por um novo tipo de coronavírus na cidade de Wuhan, na província de Hubei. 

    No mundo, 2.699 mortes

    O vírus se disseminou para fora da China e atingiu mais de 25 países. 

    O novo coronavírus infectou mais de 80 mil pessoas em todo o mundo e deixou 2.699 mortos, sendo 36 fora da China continental. 

    A Organização Mundial da Saúde (OMS), que mantém desde o dia 30 de janeiro situação de emergência internacional por causa da doença, advertiu que a janela de oportunidade para conter o surto está se fechando.

    Brasil amplia vigilância

    Nesta segunda-feira (24), o Ministério da Saúde do Brasil decidiu ampliar seu nível de vigilância para pessoas que voltam de viagem ao exterior com sintomas semelhantes ao coronavírus para 16 países. Antes, além da China, a lista incluía sete nações.

    Pessoas com viagem recente a esses países e que apresentem sintomas como febre e tosse, por exemplo, serão tratadas como suspeitas de ter o vírus.

    Mais:

    Quem tem medo do coronavírus no carnaval? (VÍDEO)
    Itália confirma 3ª morte causada pelo novo coronavírus
    Trump vai pedir US$ 1 bilhão ao Congresso dos EUA para tratar do coronavírus, diz jornal
    Tags:
    OMS, saúde, mortes, Brasil, doença, surto, epidemia, vírus, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar