22:22 04 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    232
    Nos siga no

    As forças militares dos Estados Unidos na Coreia do Sul decidiram implementar medidas preventivas e regimes de quarentena na região em meio ao surto do novo coronavírus no país asiático.

    Em nota divulgada nesta quarta-feira (19), o comandante Robert Abrams anunciou que soldados norte-americanos em serviço na cidade de Daegu serão submetidos a ações "proativas" e de "precaução", a fim de garantir que a doença COVID-19 não se espalhe entre os militares que se encontram na região. 

    ​Visitem nosso website para atualizações do general Robert B. "Abe" Abrams, comandante das USFK [Forças dos EUA na Coreia] sobre a COVID-19. Nós implementamos medidas proativas e de precaução para garantir que permaneçamos vigilantes na prevenção da COVID-19 enquanto continuamos a proteger nossa força.

    "Todos os membros do serviço que frequentaram a Igreja do Novo Mundo (Igreja Shincheonji) desde 9 de fevereiro passarão por uma autoquarentena obrigatória [...] até que o KCDC [Centro de Controle e Prevenção de Doenças da Coreia] conclua seus procedimentos de rastreamento de contatos para determinar quem foi exposto à COVID-19", disse ele no comunicado, observando que membros da família, funcionários contratados e civis que também compareceram à igreja nesse período deverão passar por um processo semelhante.

    Nesta quarta-feira, a Coreia do Sul confirmou que 15 pessoas associadas à igreja em questão testaram positivo para a COVID-19, apenas um dia depois de uma mulher de 61 anos, chamada de "Paciente 31", ter sido hospitalizada com diagnóstico do novo coronavírus. O anúncio elevou o número total de infectados no país para 51.

    Mais:

    Coronavírus: passageiros deixam navio no Japão após 14 dias de quarentena
    Coronavírus trará benefícios inesperados aos bancos chineses, prevê especialista
    Segundo exame relata ausência de coronavírus em grupo de brasileiros vindos de Wuhan
    Tags:
    soldados, militares, saúde, Estados Unidos, EUA, quarentena, surto, doença
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar