20:59 12 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    112
    Nos siga no

    Autoridades malaias suspeitam que o avião desaparecido MH370 da Malaysia Airlines tenha sido derrubado pelo próprio piloto, relatou o ex-primeiro-ministro da Austrália, Tony Abbott.

    Altos funcionários do governo malaio suspeitam desde o início de que o piloto do avião desaparecido da Malaysia Airlines tenha derrubado o avião, com o intuito de cometer suicídio, declarou Tony Abbott nesta quarta-feira (19).

    "O meu entendimento claríssimo dos níveis mais altos do governo malaio é que de muito, muito antes eles já acreditavam tratar-se de um caso de suicídio-assassinado perpetrado pelo piloto", declarou Abbot.

    O voo MH370, que seguia de Kuala Lumpur para Pequim, desapareceu dos radares há seis anos, no dia 8 de março, pouco menos de uma hora após a decolagem. 227 passageiros e 12 tripulantes desapareceram.

    Uma mulher escreve condolências no Dia da Memória dos trágicos acontecimentos com o avião MH370 em Kuala Lumpur
    © AP Photo / Vincent Thian
    Uma mulher escreve condolências no Dia da Memória dos trágicos acontecimentos com o avião MH370 em Kuala Lumpur

    "Não vou dizer quem falou o que para quem, mas reitero, quero deixar bem claro que era o entendimento dos mais altos níveis de governo que se tratava, quase certamente [...] de um suicídio-assassinato em massa cometido pelo piloto", reafirmou o ex-primeiro-ministro ao canal Sky News Australia.

    Destroços que seriam da aeronave foram encontrados em diferentes locais do oceano Índico, como Moçambique, África do Sul e na ilha francesa Reunião.

    Mais:

    Engenheiro aeronáutico alega ter descoberto possível localização do MH370
    Denúncia do voo MH370: copiloto teria sido conhecido por quebrar regras da aviação
    Voo MH370: entusiasta britânico retomará busca na selva cambojana por avião desaparecido
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar