02:12 26 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    361
    Nos siga no

    Uma fazenda de frangos na província de Hunan, na China, ao sul da província de Hubei, registrou um surto de gripe aviária H5N1.

    O surto afetou uma população de galinhas, segundo informou a mídia chinesa, citando o Ministério da Agricultura e Assuntos Rurais da China.

    "Um surto de influenza aviária H5N1 altamente patogênica ocorreu em uma fazenda no distrito de Shuangqing, na cidade de Shaoyang. A fazenda possui 7.850 galinhas e 4.500 das galinhas morreram devido ao contágio. As autoridades locais recolheram 17.828 aves após o surto", afirmou o Ministério em um comunicado no sábado (1º), segundo publicou a edição South China Morning Post.

    Nenhum caso em humanos foi relatado, de acordo com o jornal.

    O surto aconteceu em meio ao esforço da China para intensificar medidas para combater o novo coronavírus, que foi detectado pela primeira vez na cidade de Wuhan, na província de Hubei, em dezembro de 2019, a cerca de 280 quilômetros da fazenda afetada pelo H5N1. As províncias de Hubei e Hunan são vizinhas.

    O surto do novo coronavírus - 2019-nCoV - levou a Organização Mundial de Saúde a declarar emergência internacional de saúde pública no início desta semana, apesar de reconhecer que a China demonstra uma resposta robusta ao surto. Mais de 300 pessoas já morreram devido ao novo coronavírus.

    Mais:

    OMS declara novo coronavírus como emergência de saúde internacional
    Primeira morte por coronavírus fora da China é confirmada nas Filipinas
    Médicos revelam FOTOS de pulmões afetados por coronavírus
    Somente 4 países do Oriente Médio têm meios para detectar o coronavírus, diz OMS
    Tags:
    South China Morning Post, OMS, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar