16:46 03 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    5102
    Nos siga no

    Pequim ainda não respondeu às ofertas de Washington de enviar seus melhores especialistas para ajudar a China a combater o surto de coronavírus, disse o consultor de segurança nacional dos EUA Robert O'Brien.

    No início da semana, o assessor econômico da Casa Branca, Larry Kudlow, disse que os EUA enviariam seus "melhores especialistas" dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças para ajudar a China.

    "Ainda não recebemos notícias dos chineses sobre essas ofertas, mas estamos preparados para continuar a cooperar com eles", disse O'Brien neste domingo (2) em entrevista à emissora CBS.

    Ainda de acordo com O'Brien, Pequim demonstrou mais interesse no combate ao novo vírus na comparação com crises passadas — e Washington aprecia a mudança de postura. 

    A nova cepa de coronavírus foi detectada pela primeira vez na cidade de Wuhan, no centro da China, no final de dezembro. Desde então, se espalhou pela China e por mais de 20 outros países. Oito casos de coronavírus foram confirmados nos Estados Unidos.

    A epidemia já deixou 304 pessoas mortas na China e mais de 14 mil infectados. No domingo, a primeira morte relacionada ao coronavírus fora da China foi confirmada nas Filipinas.

    Mais:

    Mortos por coronavírus na província chinesa de Hubei sobem para 294
    Uber suspende 240 contas no México por suspeita de coronavírus
    Primeira morte por coronavírus fora da China é confirmada nas Filipinas
    Médicos revelam FOTOS de pulmões afetados por coronavírus
    Somente 4 países do Oriente Médio têm meios para detectar o coronavírus, diz OMS
    Tags:
    Estados Unidos, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar