12:38 17 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    11222
    Nos siga no

    Porta-voz do Talibã alega que o grupo derrubou avião que carregava militares norte-americanos e que um oficial de alta patente estaria entre as vítimas.

    O avião teria caído nesta segunda-feira (27), no distrito de Deh Yak, na província de Ghazni, no leste do país. A área estaria sob o controle do Talibã (organização proibida na Rússia e em muitos outros países), informou a Reuters.

    Segundo o porta-voz, todos os passageiros do avião teriam morrido no acidente. O porta-voz acrescentou que um membro de alta patente das Forças Armadas dos EUA também estaria entre as vítimas.

    Algumas horas antes, imagens da aeronave acidentada foram publicadas nas redes sociais, provocando suspeitas de que o avião pertencia às Forças Armadas dos EUA.

    Autoridades do governo do Afeganistão, sediado em Cabul, ainda não comentaram a alegação do Talibã.

    Mais cedo, autoridades governamentais afirmaram que a aeronave acidentada seria da empresa Ariana Airlines. No entanto, o presidente-executivo da empresa, Mirwais Mirzawkal, veio a público negar as informações.

    Posteriormente, fontes alegaram tratar-se de aeronave do Exército do Afeganistão.

    O governador da província de Ghazni justificou os diferentes relatos, alegando que o avião estava "completamente queimado", e, portanto, difícil de ser identificado.

    As Forças Armadas dos EUA confirmaram que o avião acidentado era um avião militar norte-americano de pequeno porte, informou a Reuters. 

    Mais:

    FOTOS revelam destruição em base dos EUA após ataque do Talibã no Afeganistão
    EUA já têm prazo para retirada de 4 mil soldados do Afeganistão, diz mídia
    Empresas dos EUA teriam financiado atentados do Talibã no Afeganistão
    Tags:
    Afeganistão, Talibã, militares, acidente, avião
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar