08:04 23 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    250
    Nos siga no

    O número oficial de mortos causado pelo surto de coronavírus na China aumentou neste sábado (25) de 26 para 41, enquanto na Malásia, pela primeira vez, três casos foram confirmados. 

    A mídia local informou que entre as vítimas está um médico que atendia na cidade de Wuhan, local de onde a doença começou a se espalhar e que se encontra em quarentena, segundo publicado pela agência Reuters. 

    No entanto, ainda não está claro se a morte está na contagem de 41 óbitos, dos quais 39 foram registrados na província central de Hubei. 

    No mundo, infectados passam de 1.300

    Em todo o mundo, o número de infectados ultrapassa 1.300. Na China, o número é de 1.287, de acordo com a Comissão Nacional de Saúde. O país vem tomando uma série de medidas para tentar conter o surto do vírus. 

    Na Malásia, o Ministério da Saúde disse que as três pessoas com a doença são cidadãos chineses que tiveram contato com um homem infectado em Cingapura. 

    A Austrália também confirmou um caso detectado no país, também de um cidadão chinês, que esteve em Wuhan. 

    Com isso, há casos da doença na China, Tailândia, Vietnã, Singapura, Japão, Coreia do Sul, Taiwan, Nepal, França, Estados Unidos, Austrália e Malásia.

     Apesar dos casos, a Organização Mundial da Saúde (OMS) disse na quinta-feira (23) que era muito cedo para declarar uma emergência global sobre a doença.

    Mais:

    Não há relatos de brasileiros em Wuhan infectados pelo novo coronavírus, informa Embaixada
    China envia médicos do exército para combater o coronavírus
    China anuncia primeiro caso de cura de coronavírus em Xangai
    Tags:
    Malásia, OMS, morte, saúde, vírus, doença, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar