00:04 20 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    561
    Nos siga no

    O governo de Wuhan, na China, está proibindo temporariamente os residentes locais de deixarem a cidade.

    O objetivo do bloqueio é impedir a propagação do coronavírus, que tem origem na cidade, segundo informou o site chinês Global Times nesta quarta-feira (22).

    Mais de 11 milhões de pessoas vivem em Wuhan, capital da província de Hubei. A cidade é apontada pelo jornal como o local com mais universitários no mundo. O governo local emitiu uma nota pedindo que os cidadãos de Wuhan utilizem máscaras em locais públicos.

    As autoridades de saúde locais disseram no início do dia que o número de mortos pelo coronavírus na China havia subido para 17.

    Para isolar a cidade, as operações de ônibus e metrô serão suspensas, assim como viagens partindo de aeroportos e estações de trem. A operação terá início a partir das 10h00 da quinta-feira (23), no horário local (23h00 desta quarta-feira no horário de Brasília).

    No início do mês, um novo tipo de coronavírus foi descoberto na China. Os infectados apresentam sintomas típicos de pneumonia e outras doenças respiratórias agudas. Na semana passada, a informação foi confirmada e aeroportos de todo o mundo intensificaram medidas para monitorar os passageiros devido ao surgimento da doença.

    Mais:

    Nenhum caso no Brasil: Ministério da Saúde descarta suspeita de coronavírus em MG
    Rússia está desenvolvendo vacina contra coronavírus em circulação na China
    Número de mortes pelo novo coronavírus da China sobe para 17
    Tags:
    Wuhan, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar