06:36 31 Maio 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    3250
    Nos siga no

    Representante da Coreia do Norte declarou que o país pode precisar de "tomar um novo rumo", caso os EUA "persistam" na imposição de sanções contra Pyongyang.

    Nesta terça-feira (21), um representante da Coreia do Norte declarou que o país não se sente obrigado a nenhuma restrição na área de testes nucleares ou de lançamento de mísseis balísticos intercontinentais.

    "Não encontramos nenhuma razão para estarmos obrigados a observar unilateralmente compromissos que a outra parte não honra", declarou Ju Yong Chol, diplomata da missão da Coreia do Norte nas Nações Unidas em Genebra, durante uma reunião da Conferência sobre o Desarmamento organizada pela ONU.

    O diplomata lembrou que os EUA ignoraram o prazo estipulado por Pyongyang para a retomada das negociações bilaterais, que expirou no final de 2019, reportou a Reuters.

    Diplomata norte-coreano Yong Chol aparece em foto com o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, em reunião em hotel em Washington, em janeiro de 2019
    © AP Photo / Carolyn Kaster
    Diplomata norte-coreano Yong Chol aparece em foto com o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, em reunião em hotel em Washington, em janeiro de 2019

    Para Ju, os EUA estariam impondo "as sanções mais brutais e desumanas" contra a Coreia do Norte.

    "Se os EUA persistirem com essa política hostil [de sanções] em relação à Coreia do Norte, nunca haverá desnuclearização na península coreana", declarou.

    O diplomata avaliou que a Coreia do Norte deverá repensar a sua estratégia, considerando as novas circunstâncias.

    "Se os EUA tentarem impor demandas unilaterais e persistirem na [política de] imposição de sanções, a Coreia do Norte pode se ver forçada a tomar um novo rumo", concluiu Ju.

    A Conferência sobre o Desarmamento é um órgão permanente da Organização das Nações Unidas localizado em Genebra, na Suíça, e voltado para o debate sobre controle de armas, redução de orçamentos militares e não proliferação.

    Mais:

    Trump diz que Kim Jong-un é 'um homem de palavra' sobre desnuclearização
    Coreia do Norte divulga VÍDEO de Kim Jong-un galopando a cavalo na 'montanha sagrada da revolução'
    Kim Jong-un quer 'medidas ativas e ofensivas' para garantir soberania da Coreia do Norte
    Tags:
    ICBM, mísseis balísticos, testes nucleares, Comissão de Desarmamento das Nações Unidas, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar