11:07 23 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    6621
    Nos siga no

    O Facebook pediu desculpa pela tradução ofensiva do nome do líder chinês Xi Jinping nas publicações da plataforma, ao traduzir do birmanês para o inglês, e assegurou que está trabalhando para descobrir as causas do erro.

    A falha veio a lume durante o segundo dia da visita do presidente chinês a Mianmar (antiga Birmânia). A líder birmanesa, Aung San Suu Kyi, publicou uma declaração sobre a visita na sua página oficial do Facebook.

    Traduzido do birmanês para o inglês, o comunicado estava cheio de referências ao "senhor olho do c*". Além disso, a manchete no diário local The Irrawaddy se traduzia como "Uma honra ao presidente senhor olho do c*".

    Não está claro quanto tempo durou o problema, mas a função de tradução do Google não mostrou o mesmo erro, segundo a Reuters.

    "Resolvemos um problema técnico que causou traduções incorretas do birmanês para o inglês no Facebook. Isso não deveria ter acontecido e estamos tomando medidas para garantir que não volte a acontecer. Pedimos sinceras desculpas pela ofensa que isto causou", declarou o Facebook em um comunicado.

    A empresa afirmou que já está trabalhando para ultrapassar o erro.

    "Estamos cientes de um problema relativo às traduções de birmanês para inglês no Facebook, e estamos fazendo tudo o que podemos para resolver isto o mais rapidamente possível", declarou o Facebook em um comunicado.

    A China é o país que gera maiores receitas para o Facebook depois dos EUA. A empresa tecnológica está criando uma nova equipe de engenharia para se concentrar especificamente no lucrativo negócio da publicidade no gigante asiático, escreve a Reuters.

    Anteriormente, Facebook já tinha enfrentado problemas com a tradução do birmanês. Em 2018, a empresa eliminou temporariamente a função depois que se tornou claro que a plataforma estava produzindo resultados estranhos.

    Mais:

    China lança satélite com tecnologia 5G para fornecer Internet a aviões e desertos (VÍDEO)
    Brasil multa Facebook em R$ 6,6 milhões por compartilhamento indevido de dados
    Especialista sobre arsenal nuclear: China não está à altura de Rússia e EUA
    Tags:
    China, Mianmar, Xi Jinping, tradução, Facebook
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar