08:51 24 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    5191
    Nos siga no

    Durante discurso no plenário do Comitê Central do Partido dos Trabalhadores da Coreia do Norte, Kim Jong-un pediu "medidas ativas e ofensivas" para garantir a segurança e soberania de seu país.

    Ontem (29), Pyongyang foi palco da 5ª Sessão Plenária do Comitê Central do Partido dos Trabalhadores da Coreia do Norte. Na ocasião, o líder do país, Kim Jong-un, enfatizou as diretrizes a serem tomadas em diferentes setores do governo.

    Entretanto, conforme publicou a agência norte-coreana KCNA, o líder pediu "medidas ativas e ofensivas para garantir a soberania e segurança do país, em referência à política externa, indústria militar e Forças Armadas do país".
    Autoridades norte-coreanas durante a 5ª Sessão Plenária do Comitê Central do Partido dos Trabalhadores da Coreia do Norte
    © AFP 2019 / KCNA VIA KNS
    Autoridades norte-coreanas durante a 5ª Sessão Plenária do Comitê Central do Partido dos Trabalhadores da Coreia do Norte

    A declaração se dá após o governo norte-coreano prometer um "presente de Natal" para os EUA e a possibilidade do país abandonar as negociações com Washington sobre seu programa nuclear.

    Anteriormente, a China "pediu medidas imediatas" por parte dos EUA para o estabelecimento de um acordo com a Coreia do Norte.

    Mais:

    Japão encontra barco com 7 mortos e acredita que sejam cidadãos da Coreia do Norte
    Diálogo sem EUA? China, Japão e Coreia do Sul buscam saída para crise da Coreia do Norte
    Ex-assessor dos EUA critica Trump e alerta para risco 'iminente' da Coreia do Norte
    Tags:
    negociações, desnuclearização, Kim Jong-un, ofensiva, medidas, programa nuclear, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar