15:27 22 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    356
    Nos siga no

    Coreia do Sul e EUA conduziram exercícios para simular infiltração de instalações inimigas. O treinamento, que teria simulado a detenção de "executivos" norte-coreanos, pode estar focado em eventual captura do líder norte-coreano.

    Tropas da Coreia do Sul e dos EUA conduziram exercícios de combate conjuntos na base aérea norte-americana de Gunsan. Durante os exercícios, as tropas invadiram instalação inimiga, da qual removeram um homem algemado.

    De acordo com jornal sul-coreano Chosun Ilbo, os exercícios simularam a captura de executivos norte-coreanos.

    No passado, a Coreia do Sul havia planejado criar uma unidade de operações especiais especificamente destinada a "remover ou paralisar" a liderança norte-coreana em caso de guerra.

    Membros de grupos de operações especiais da Coreia do Sul e dos EUA embarcam helicóptero CH-47 Chinook durante exercícios conjuntos
    © REUTERS / Força Aérea dos EUA
    Membros de grupos de operações especiais da Coreia do Sul e dos EUA embarcam helicóptero CH-47 Chinook durante exercícios conjuntos

    Um oficial sul-coreano declarou que os exercícios focaram em operações de resgate de reféns e se inserem nos treinamentos de operações antiterrorismo conduzidos pelos aliados trimestralmente, reportou a Reuters.

    Os exercícios foram conduzidos em meio ao aumento de tensões com a Coreia do Norte, conforme se aproxima o fim do prazo estipulado por Pyongyang para a retomada das negociações com os EUA.

    Mais:

    EUA enviam aviões espiões à Coreia do Norte para checar 'surpresa de Natal' de Kim a Washington
    Coreia do Norte vai desenvolver arma 'para controlar ameaça nuclear dos EUA'
    Se Coreia do Norte retomar testes de mísseis, 'nós cuidaremos disso', diz Trump
    Tags:
    exercícios conjuntos, Exercícios, EUA, Coreia do Sul, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar