20:38 24 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    220
    Nos siga no

    O Japão e a Coreia do Sul poderiam voltar às relações normais se Seul mantiver sua palavra, disse um porta-voz do governo japonês, em meio a uma amarga disputa diplomática e comercial entre os dois países.

    As relações entre os Estados vizinhos permanecem em uma "situação grave em várias áreas", admitiu o secretário-chefe do Gabinete do Japão, Yoshihide Suga, em entrevista coletiva na quarta-feira.

    Ele descreveu a Coreia do Sul como um parceiro importante, e acrescentou que ainda há uma chance de os laços entre as duas nações melhorarem - mas apenas se Seul cumprir suas promessas.

    Suga não especificou quais compromissos teriam que ser mantidos. No entanto, sua observação antecipa uma cúpula trilateral entre o Japão, a Coreia do Sul e a China na próxima semana, na qual o primeiro-ministro japonês Shinzo Abe deve se encontrar com o presidente sul-coreano Moon Jae-in.

    As relações entre Tóquio e Seul foram prejudicadas neste fim de ano, quando o Japão retirou a Coreia do Sul de sua lista de parceiros comerciais mais confiáveis, citando regras comerciais supostamente frouxas que permitiam que alguns produtos japoneses terminassem nas mãos da Coreia do Norte.

    Mapas das duas Coreias com imagens da capital da Coreia do Norte, Pyongyang, e da capital da Coreia do Sul, Seul, em Paju, Coreia do Sul
    © AP Photo / Ahn Young-joon
    Mapas das duas Coreias com imagens da capital da Coreia do Norte, Pyongyang, e da capital da Coreia do Sul, Seul, em Paju, Coreia do Sul

    Seul negou as acusações e suspeitou que a mudança de Tóquio foi de fato desencadeada por uma decisão do tribunal sul-coreano permitindo que os locais exigissem indenizações das empresas japonesas por trabalho forçado durante sua ocupação na Segunda Guerra Mundial.

    A Coreia do Sul rebaixou o status comercial do Japão em resposta e quase cancelou um acordo bilateral de compartilhamento de informações, mas acabou desistindo de tomar essa medida. No entanto, as duas nações ficaram presas a uma espécie de mini-guerra comercial, apesar de prometerem continuar o diálogo.

    Enquanto isso, uma pesquisa realizada entre 2018 e outubro de 2019 mostrou que, no caso de um conflito entre a Coreia do Norte e o Japão, a maioria dos sul-coreanos preferia ficar do lado de seu vizinho inimigo do norte do que do seu "parceiro" do outro lado do estreito.

    Mais:

    Caça da Coreia do Sul patrulha ilhas disputadas com Japão
    Japão e Coreia do Sul mobilizam caças para escoltar bombardeiros estratégicos Tu-95 (VÍDEO)
    Coreia do Norte teria lançado 'mísseis balísticos' no mar do Japão
    Tags:
    Moon Jae-in, Shinzo Abe, disputa política, disputa comercial, guerra, Segunda Guerra Mundial, relações comerciais, diplomacia, relações bilaterais, Coreia do Norte, Coreia do Sul, Japão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar