09:01 24 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    240
    Nos siga no

    O representante especial dos EUA para a Coreia do Norte, Stephen Biegun, viajará a Pequim nos próximos dias para reuniões com autoridades chinesas com o objetivo de discutir esforços internacionais na Coreia do Norte.

    A agenda de Biegun na China foi informada pelo Departamento de Estado dos EUA nesta terça-feira (17). De acordo com Washington, o objetivo da viagem é a discussão da "necessidade de manter a unidade internacional na Coreia do Norte".

    O representante especial dos EUA para a Coreia do Norte já se reuniu anteriormente com oficiais da Coreia do Sul e do Japão. 

    Na segunda-feira, Biegun disse que os Estados Unidos não desistirão de seus esforços para continuar as negociações de desnuclearização com Pyongyang.

    Na semana passada, a embaixadora dos Estados Unidos na Organização das Nações Unidas (ONU), Kelly Craft, disse durante uma reunião do Conselho de Segurança da ONU sobre a não proliferação que os Estados Unidos estão prontos para serem flexíveis com a Coreia do Norte.

    Pyongyang disse no início deste mês que estava suspendendo as negociações de desnuclearização com os Estados Unidos, levando o presidente dos EUA, Donald Trump, a fazer um apelo para que o país de Kim Jong-un abra mão de seu programa nuclear. 

    A Coreia do Norte lançou no final de novembro dois mísseis balísticos em direção ao mar do Japão. Os projéteis voaram cerca de 380 quilômetros a uma altitude de 97 quilômetros.

    O presidente sul-coreano, Moon Jae-in, o primeiro-ministro chinês, Li Keqiang e o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, realizarão uma cúpula trilateral na cidade chinesa de Chengdu em 24 de dezembro, que se concentrará na diminuição das tensões na Coreia do Norte.

    Mais:

    EUA 'estreitam' laços com aliados após novo teste da Coreia do Norte
    Pentágono estaria 'preocupado' com retórica da Coreia do Norte
    Se Coreia do Norte retomar testes de mísseis, 'nós cuidaremos disso', diz Trump
    EUA são contra proposta de Rússia e China para suspender sanções da ONU à Coreia do Norte
    Coreia do Norte vai desenvolver arma 'para controlar ameaça nuclear dos EUA'
    Tags:
    China, Estados Unidos, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar