17:55 09 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Televisão sul coreana transmite imagens dos lançamentos de mísseis efetuados pela Coreia do Norte, no dia 28 de novembro de 2019

    Kim Jong-un 'muito satisfeito': lançamento de mísseis norte-coreanos seria sinal para EUA

    © REUTERS / Kim Hong-Ji
    Ásia e Oceania
    URL curta
    12200
    Nos siga no

    O líder norte-coreano, Kim Jong-un, se mostrou "muito satisfeito" com os testes do sistema de lançamento de foguetes múltiplos efetuado nesta quinta-feira (28). O lançamento demonstrou avanço no desempenho do sistema lançador e dos operadores norte-coreanos.

    Nesta quinta-feira (28), o Estado-Maior da Coreia do Sul informou ter detectado o lançamento de projéteis provenientes da Coreia do Norte.

    Os lançamentos teriam sido efetuados durante teste do sistema de lançamento de foguetes múltiplos norte-coreano KN-25. Lançado em agosto deste ano, a plataforma móvel de lançamento, capaz de operar múltiplos mísseis, já demonstrou avanço considerável em seu desempenho.

    ​Agência de notícias da Coreia do Norte publica imagens do lançamento, confirmando o uso de mísseis de grande calibre em sistema de lançamento de foguetes múltiplos. 

    Nos primeiros testes com o KN-25, realizados em Agosto e setembro, o lançador foi capaz de disparar mísseis em um intervalo de 17 e 19 minutos, respectivamente, conforme informou o Estado-Maior sul coreano. 

    Ao final de outubro, os lançamentos foram feitos com intervalo de somente três minutos. Nesta quinta-feira, os operadores norte-coreanos atingiram a marca de 30 segundos.

    O líder norte-coreano, Kim Jong-un, inspeciona testes de sistema de lançamento de foguetes múltiplos, em 28 de novembro de 2019
    © REUTERS / KCNA
    O líder norte-coreano, Kim Jong-un, inspeciona testes de sistema de lançamento de foguetes múltiplos, em 28 de novembro de 2019

    Os mísseis percorreram uma distância de 380 km, voando a uma altitude de 97 km, o que permitiria alcançar qualquer alvo no território da Coreia do Sul.

    Com esse desempenho, a Coreia do Norte poderia rapidamente mobilizar, deslocar e acionar os lançadores antes que a Coreia do Sul ou os norte-americanos possam reagir, disse um especialista ouvido pela Reuters.

    "Quanto mais rápido atirar, mais rápido [o lançador] pode se esquivar antes do fogo inimigo começar", disse Jeffrey Lewis, pesquisador no Centro James Martin de estudos de Não Proliferação (CNS).

    De acordo com Kim Dong-yub, da Univerisdade de Kyungnam de Seul, o lançamento desta quinta-feira indica que os norte coreanos são capazes de produzir seu sistema de lançamento de foguetes múltiplos em escala industrial.

    "A Coreia do Norte está tentando modernizar as suas forças convencionais de forma seletiva e a baixo custo [...] o sistema de lançamento é um produto desse esforço", disse Dong-yub.

    Lembrança de Ação de Graças

    Com estes lançamentos, a Coreia do Norte envia um sinal aos EUA, para que cumpram o prazo estipulado para a retomada do diálogo bilateral, acreditam o analista.

    A data dos lançamentos escolhida por Pyongyang não é arbitrária: coincidiu com o feriado nacional norte-americano do Dia de Ação de Graças e com os dois anos do primeiro teste de mísseis balísticos intercontinentais da história da Coreia do Norte.

    "O lançamento segue o padrão norte-coreano de aumentar as pressões sobre Washington e Seul, conforme se aproxima o prazo estipulado por Kim Jong-un, que expira no fim do ano", disse Leif-Eric Easley, da Universidade Feminina Ewha, em Seul.

    O líder norte-coreano estipulou prazo para que as negociações com Washington sobre a desnuclearização da península norte-coreana sejam retomadas. O mais recente encontro entre as partes, em 5 de outubro deste ano, terminou sem resultados.

    Presidente Donald Trump e a primeira-dama dos EUA em cerimônia tradicional que antecede o Dia de Ação de Graças. No dia do feriado, a Coreia do Norte realizou teste com lançador de mísseis
    © REUTERS / Tom Brenner
    Presidente Donald Trump e a primeira-dama dos EUA em cerimônia tradicional que antecede o Dia de Ação de Graças. No dia do feriado, a Coreia do Norte realizou teste de lançador de mísseis

    A Coreia do Norte demanda o fim das sanções norte-americanas que assolam a economia do país. O líder norte-coreano ameaça retomar testes com seus mísseis de longo alcance, suspensos desde 2017.

    "Conclamamos a Coreia do Norte a evitar provocações, cumprir as obrigações previstas nas resoluções do Conselho de Segurança da ONU e retomar as negociações sustentadas e substanciais para fazer a sua parte no processo de completa desnuclearização", declarou por sua vez o Departamento de Estado dos EUA.

    O representante especial dos EUA para a Coreia do Norte, Stephen Biegun, disse na semana passada que o prazo estipulado é artificial, mas admitiu que poderia desencadear o retorno de atividades "provocativas" norte-coreanas.

    Mais:

    Kim Jong-un supervisiona teste de novo lançador múltiplo de foguetes (FOTOS)
    Kim Jong-un aplaude entusiasmo e capacidade da Força Aérea norte-coreana, diz mídia (FOTOS)
    Kim Jong-un sobe monte sagrado a cavalo 'em busca de inspiração' (FOTOS)
    Tags:
    desnuclearização, eua, lançamento de foguetes, mísseis, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar