06:20 18 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Neblina cobre a avenida Rajpath, em Nova Deli, durante o Dia da República em 26 de janeiro de 2016

    Índia decreta estado de emergência por poluição do ar

    © AP Photo / Manish Swarup
    Ásia e Oceania
    URL curta
    0 31
    Nos siga no

    O governo indiano realizou neste domingo uma reunião de alto nível para discutir a situação ambiental na parte norte do país, que foi descrita pelo gabinete como emergencial.

    A capital indiana de Nova Deli, bem como as regiões vizinhas, está atualmente tomada por uma poluição densa, causada por queimadas, tráfego intenso, produção industrial e condições climáticas desfavoráveis.

    As autoridades da cidade pediram para que as pessoas não saiam de casa e as escolas sejam temporariamente fechadas. Alguns vôos também foram cancelados devido à poluição atmosférica.

    O governo encarregou o secretário de gabinete, Shri Rajiv Guaba, para monitorar a situação ambiental nos territórios do norte 24 horas por dia.

    "A reunião analisou a situação decorrente de queima de restolho, atividades de construção, queima de resíduos e poluição industrial e de veículos. Foi decidido que o secretário de gabinete Shri Rajiv Guaba monitorará a situação com esses Estados diariamente. Os Chefes de Secretaria de Estado foram convidados a monitorar a situação nos distritos 24 horas por dia, 7 dias por semana", afirmou o governo em comunicado.

    O gabinete também pediu aos estados vizinhos que reduzissem o número de incidentes de incêndio e os níveis de poeira após a deterioração das condições climáticas.

    Mais:

    Tensão: China 'não deve se meter' nos assuntos internos sobre a Caxemira, diz Índia
    Analista sugere porque sauditas oferecem à Índia investimento 10 vezes maior do que ao Brasil
    Confronto violento entre advogados e policiais deixa quase 30 feridos na Índia (FOTOS, VÍDEO)
    Tags:
    estado de emergência, queimadas, Nova Deli, poluição, Índia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar