12:47 05 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Uma mulher escreve condolências no Dia da Memória dos trágicos acontecimentos com o avião MH370 em Kuala Lumpur

    MH370: avião poderia ter feito pouso bem-sucedido no oceano, segundo especialista

    © AP Photo / Vincent Thian
    Ásia e Oceania
    URL curta
    0 41
    Nos siga no

    David Gleave, especialista em aviação, disse ao canal de TV Channel 5 que o Boeing 777 do voo MH370 poderia ter realizado um pouso seguro na superfície do oceano Índico.

    Embora o sumiço do voo MH370 ainda esteja envolto em mistérios, o especialista em aviação David Gleave disse que as aeronaves podem pousar e boiar em superfícies aquáticas.

    "Nós vimos no Milagre no [Rio] Hudson, o filme do Sully, que as aeronaves são na verdade projetadas para descer e boiar por um período de tempo significativo que permite que todos saiam em botes salva-vidas", disse Gleave ao canal de TV britânico Channel 5.

    O Milagre no Rio Hudson foi um incidente aéreo no qual os pilotos conseguiram pousar com sucesso um Airbus A320, operando o voo da US Airways 1549, na superfície do rio Hudson, Nova York, após falha no motor em 2009.

    Todas as 155 pessoas a bordo sobreviveram ao incidente.

    Sendo assim, segundo Gleave, o mesmo poderia ter acontecido com o MH370.

    No entanto, tal hipótese traz consigo certas condicionantes. Em primeiro lugar, um pouso forçado na superfície do oceano Índico excluiria a hipótese de que o avião foi sequestrado, uma vez que o pouso seria uma tentativa de salvar as pessoas a bordo.

    Além disso, para Gleave os sequestradores tentariam levar o avião a ter um choque violento com a água para que a aeronave não fosse achada.

    Destroços do avião

    Embora três destroços do Boeing 777 tenham sido encontrados, a quantidade é muito pequena para um caso de choque violento do avião com a água.

    Apesar de indícios no destroço de uma das asas indicarem que o avião não foi configurado para pousar, Gleave diz que isso não significa que a aeronave teve um choque brusco. Para Gleave, o pouso na água seria feito de maneira diferente do que no solo.

    Sendo assim, primeiro o piloto teria planado com o avião e depois realizado o pouso na água.

    Acredita-se que o Índico no dia do voo do MH370 teria vagas no máximo de cinco metros de altura, o que daria condições para um pouso na água.

    Tragédia

    O MH370 da Malaysia Airlines partiu da capital malaia, Kuala Lumpur, no dia 8 de março de 2014 com destino a Pequim, China.

    Na ocasião, o voo era feito por um Boeing 777. A aeronave sumiu pouco após sua decolagem e desde então o mistério do destino final do MH370 nunca foi esclarecido.

    Mais:

    Mecânico da Boeing revela vazamento de água no MH370
    Ciberterrorismo pode ter causado desaparecimento do voo MH370, segundo especialista
    Mistério do voo MH370: como cilindro de oxigênio poderia ter derrubado avião malaio
    Tags:
    Malaysia Airlines, Boeing 777, pouso de emergência, MH370
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar