20:05 11 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Uma mulher escreve condolências no Dia da Memória dos trágicos acontecimentos com o avião MH370 em Kuala Lumpur

    Que fator-chave poderia ajudar no esclarecimento do mistério do voo MH370?

    © AP Photo / Vincent Thian
    Ásia e Oceania
    URL curta
    0 30
    Nos siga no

    Um especialista em acidentes aéreos determinou um fator-chave que poderia ajudar a encontrar o misterioso avião do voo MH370, que desapareceu há cincos anos.

    Todos os aviões de companhias aéreas comerciais estão equipados com dois gravadores de voo, ou seja, com duas caixas pretas, escreve o tabloide britânico Express.

    O sistema de registro de voz contém dados vitais dos aviões para determinar, por exemplo, o que deu errado durante um acidente. O gravador de dados de voo se localiza na cauda da aeronave, enquanto o outro fica na cabine de pilotagem gravando inclusive as conversas dos pilotos.

    A função das caixas pretas é revelar o que aconteceu a bordo do avião quando este se acidenta.

    'Ter muita sorte'

    Graham Braithwaite, chefe de sistemas de transporte e professor de Investigações de Segurança e Acidentes na Universidade de Cranfield (Reino Unido), explicou como é possível encontrar esses sistemas de registro.

    "Para encontrar isso, se estiver debaixo d’água, uma das coisas que você usaria é esta radiobaliza aqui que emite um sinal por pelo menos 30 dias", diz o especialista.

    No entanto, ele acrescentou que isso ainda é muito difícil, considerando a enorme extensão do oceano onde o avião supostamente teria caído.

    "Mas estamos falando de uma grande área de mar […] para tentar encontrá-las você tem que ter uma boa ideia de onde você está olhando, ou tem que ter muita sorte", complementa.

    Provas credíveis

    Após uma varredura por 120 mil km2 do sul do oceano Índico não ter conseguido recuperar nenhuma parte do avião, as buscas subaquáticas pela aeronave da Malaysia Airlines foram interrompidas.

    No entanto, o ministro dos Transportes da Malásia, Anthony Loke Siew Fook, disse em novembro de 2018 que as autoridades estariam dispostas a retomar a busca se "novas provas credíveis" fossem encontradas.

    "Estou bastante confiante de que se encontrassem as caixas pretas, eles seriam capazes de extrair alguns dados úteis", acrescentou o especialista em aviação David Gleave, da Universidade de Loughborough (Reino Unido).

    Alegada imagem de Google Maps do avião malaio do voo MH370 no fundo do mar
    Alegada imagem de Google Maps do avião malaio do voo MH370 no fundo do mar

    Em 8 março de 2014, o avião do voo MH370 desapareceu dos radares 40 minutos após deixar o aeroporto de Kuala Lumpur com destino a Pequim com 239 pessoas a bordo. Apesar de vários destroços que pertenceriam ao avião terem sido encontrados no litoral de ilhas do oceano Índico, a procura pela aeronave foi terminada em 2018.

    Mais:

    Mecânico da Boeing revela vazamento de água no MH370
    Ciberterrorismo pode ter causado desaparecimento do voo MH370, segundo especialista
    Avião do voo MH370 poderia ter parado no ar durante falha mecânica, sugere teoria
    Tags:
    avião desaparecido, Malaysia Airlines, voo MH370
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar