14:13 20 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Sessão do Conselho de Segurança da ONU

    China pede que o Conselho de Segurança da ONU discuta Caxemira

    © REUTERS / Mike Segar
    Ásia e Oceania
    URL curta
    0 40

    A China apoiou nesta quarta-feira (14) o pedido do Paquistão para que o Conselho de Segurança da ONU discuta a decisão da Índia de revogar o status especial de Jammu e da Caxemira, pedindo que o órgão se reúna a portas fechadas na quinta ou sexta-feira, disseram diplomatas.

    No entanto, a França respondeu ao pedido propondo que o Conselho discutisse a questão de uma maneira menos formal na próxima semana. Caberá à Polônia, presidente do Conselho em agosto, mediar um horário e formato acordados entre os 15 membros.

    A região do Himalaia tem criado tensão entre os paquistaneses e a Índia, dois países que contam com armas nucleares. 

    Em 5 de agosto, a Índia bloqueou o direito dos estados de Jammu e Caxemira de criarem suas próprias leis e permitiu que não-residentes comprem propriedades na região. Linhas telefônicas, internet e redes de televisão foram bloqueadas e há restrições de movimento.

    "O Paquistão não provocará um conflito. Mas a Índia não deve confundir nossa restrição com fraqueza", disse o ministro das Relações Exteriores do Paquistão, Shah Mahmood Qureshi, em uma carta ao Conselho de Segurança. "Se a Índia decidir recorrer novamente ao uso da força, o Paquistão será obrigado a responder, em autodefesa, com todas as suas capacidades."

    O secretário-geral da ONU, António Guterres, pediu à Índia e ao Paquistão que se abstenham de qualquer medida que possa afetar o status especial de Jammu e da Caxemira. Guterres também disse estar preocupado com relatos de restrições no lado indiano da Caxemira.

    O Conselho de Segurança da ONU adotou várias resoluções em 1948 e na década de 1950 sobre a disputa entre a Índia e o Paquistão pela região, incluindo uma que diz que um plebiscito deveria ser realizado para determinar o futuro da maioria muçulmana da Caxemira.

    Soldados da ONU observam desde 1949 o cessar-fogo entre a Índia e Paquistão em Jammu e na Caxemira.

    Mais:

    Venezuela pode se dirigir à ONU depois de EUA violarem espaço aéreo do país, diz ministro
    Venezuela pede que ONU investigue incidentes envolvendo aviões espiões dos EUA
    Venezuela denuncia ameaças de bloqueio dos EUA na ONU
    Atentado com carro bomba mata 2 funcionários da ONU na Líbia
    Secretário-geral da ONU condena assassinato de dois funcionários da missão na Líbia
    Tags:
    Paquistão, Índia, China, Conselho de Segurança da ONU
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar