00:13 20 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    O presidente da China, Xi Jinping, e o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, levantam taças durante o encontro oficial em Pequim

    Coreia do Norte e China seguirão amigas 'não importa a situação', diz agência

    © Foto / KCNA
    Ásia e Oceania
    URL curta
    3100
    Nos siga no

    O líder norte-coreano Kim Jong-un e o presidente da China, Xi Jinping, chegaram a um consenso sobre "questões importantes" e concordaram nesta sexta-feira em manter relações amigáveis "qualquer que seja a situação internacional", informou a KCNA neste sábado.

    Xi deixou a capital norte-coreana, Pyongyang, nesta sexta-feira, após uma visita de dois dias, a primeira de um líder chinês ao país em 14 anos.

    A China é o único grande aliado da Coreia do Norte e a visita de Xi visava fortalecer o país isolado, devido à pressão das sanções da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre seus programas nucleares e de mísseis e interromper as negociações de desnuclearização com os Estados Unidos.

    A visita acontece uma semana antes de Xi e o presidente dos EUA, Donald Trump, se encontrarem em uma cúpula do Grupo dos 20 (G20) em Osaka, Japão, em meio a uma disputa comercial que sacudiu os mercados financeiros globais.

    Durante um almoço nesta sexta-feira, o último dia da visita de Xi a Pyongyang, os líderes discutiram uma série de planos para fortalecer a colaboração entre os dois países, conversaram sobre as "principais políticas internas e externas" de seus respectivos países, e trocaram opiniões sobre questões domésticas e questões internacionais de interesse mútuo, destacou a agência estatal norte-coreana KCNA, sem elaborar.

    Mais:

    Sucesso da Coreia do Norte faz planos dos EUA sucumbirem, aponta relatório
    EUA devem invadir Venezuela para assustar Irã e Coreia do Norte, sugere senador americano
    No extremo norte do Sul: viagem ao longo da fronteira oriental entre duas Coreias
    Tags:
    armas nucleares, desnuclearização, Estados Unidos, diplomacia, relações bilaterais, Xi Jinping, Kim Jong-un, China, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar