10:33 22 Maio 2019
Ouvir Rádio
    Militares de Sri Lanka (imagem referencial)

    Sri Lanka quer parceria com os EUA no combate ao terrorismo

    © REUTERS / Dinuka Liyanawatte
    Ásia e Oceania
    URL curta
    301

    O governo do Sri Lanka quer ampliar a cooperação com os Estados Unidos para prevenir futuros ataques no país, afirmou nesta quinta-feira (16) o porta-voz do Departamento de Estado dos EUA, Morgan Ortagus. A declaração foi dada após uma reunião do secretário de Estado Mike Pompeo com seu o chanceler do Sri Lanka, Tilak Marapana.

    "O secretário de Estado reiterou a condenação dos Estados Unidos aos ataques que o Sri Lanka sofreu no mês passado, que também matou cinco norte-americanos, e o forte apoio dos EUA ao Sri Lanka em sua luta contra o terrorismo", afirmou Ortagus através de um comunicado. Segundo ele, a chancelaria do Sri Lanka apoiou a aproximação.

    Militares do Sri Lanka ficam de guarda em frente ao Santuário de Santo Antônio, igreja de Kochchikade, após uma explosão em Colombo, Sri Lanka, 21 de abril de 2019
    © REUTERS / Dinuka Liyanawatte
    O Sri Lanka foi alvo 8 ataques a bomba no dia 21 de abril. Os ataques deixaram mais de 300 mortos. O Daesh* reivindicou a responsabilidade pelos ataques.

    As autoridades locais afirmam que mataram ou prenderam todos os suspeitos pelos atentados.

    * O Daesh é um grupo terrorista banido do território da Rússia.

    Mais:

    Comandante do Exército do Sri Lanka diz que assinar acordo militar com EUA é 'suicídio'
    Sri Lanka proíbe ideologias religiosas que preguem extremismo
    Mídia: Daesh pode atacar resorts na África e Ásia após atentados no Sri Lanka
    Irmão mais velho de terrorista do Sri Lanka é preso com 2 espadas
    Polícia detém 2 principais suspeitos dos ataques no Sri Lanka
    Tags:
    parceria militar, terrorismo, Daesh, Morgan Ortagus, Mike Pompeo, Tilak Marapana, Sri Lanka
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar