07:00 24 Maio 2019
Ouvir Rádio
    Ataque hacker (imagem referencial)

    Secretário de Estado dos EUA: Devemos estar preparados para ataques cibernéticos da China

    © Sputnik / Alexey Malgavko
    Ásia e Oceania
    URL curta
    6110

    Os Estados Unidos devem estar prontos para se proteger de ataques cibernéticos vindos da China no futuro, defendeu o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo durante discurso no Centro de Estudos Políticos, em Londres.

    "O APT10 [grupo de hackers Ameaça Avançada Persistente 10] agiu em nome do Ministério de Segurança do Estado da China para roubar propriedade intelectual e dados comerciais confidenciais da Europa, da Ásia e dos Estados Unidos. Agradecemos ao Reino Unido que responsabilizou publicamente a China por esse ataque cibernético. Haverá mais e devemos estar sempre vigilantes", disse Pompeo.

    A declaração vem depois que a empresa de segurança cibernética americana FireEye afirmou em março que o grupo de hackers APT40 realizou uma operação de espionagem cibernética visando tecnologias cruciais para reforçar a Marinha chinesa.

    Pompeo acusou a China de roubar propriedade intelectual relacionada a inteligência artificial, tecnologias espaciais e áreas balísticas, entre outras, para fins militares.

    Em dezembro, o Departamento de Justiça dos EUA indiciou dois cidadãos chineses por hackear e comprometer clientes nos Estados Unidos e outros 11 países, incluindo Brasil, Canadá, Finlândia, França, Alemanha, Índia, Japão, Suécia, Suíça, Emirados Árabes Unidos, e o Reino Unido.

    Autoridades norte-americanas não divulgaram empresas específicas que os hackers tinham como alvo, mas afirmaram que os hackers comprometeram computadores conectados à Marinha dos EUA, ao Laboratório Nacional Lawrence Berkeley, ao Departamento de Energia, e à Nasa.

    Tags:
    Laboratório Nacional Lawrence Berkeley, Ministério de Segurança do Estado da China, APT10, Departamento de Energia, Departamento de Justiça dos EUA, FireEye, Marinha chinesa, NASA, Mike Pompeo, Reino Unido, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar