03:11 19 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro

    Bolsonaro condena ataques terroristas no Sri Lanka

    © Foto: Marcos Corrêa/Agência Brasil
    Ásia e Oceania
    URL curta
    1135

    O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, condenou os atentados no Sri Lanka, que deixaram mais de 200 mortos e cerca de 500 feridos, declarando que "o extremismo deixa rastros de morte e dor".

    "Mesmo neste dia sagrado, o extremismo deixa rastros de morte e dor. Em nome dos brasileiros, condeno os ataques que deixaram centenas de vítimas no Sri Lanka, inclusive em igrejas, onde se celebrava a Ressurreição de Cristo. Que Deus possa confortar os que agora sofrem!", escreveu o presidente na sua conta no Twitter.

    Oito explosões abalaram igrejas católicas e hotéis em Colombo e em outras partes do Sri Lanka durante as celebrações da Páscoa no domingo (21), deixando ao menos 215 pessoas mortas e mais de 450 feridas. 

    Quinze pessoas já foram detidas no Sri Lanka em conexão com os ataques, disse o ministro das Reformas Econômicas, Harsha de Silva, citando o ministro da Defesa e Mídia, Ruwan Wijewardene.

    O presidente do Sri Lanka, Maithripala Sirisena, declarou que deu "instruções para tomar medidas muito severas contra as pessoas responsáveis por essa conspiração".

    A chancelaria russa declarou que as explosões no Sri Lanka comprovam que é necessário consolidar os esforços da comunidade mundial na luta contra o terrorismo internacional.

    Mais:

    Por que o governo Bolsonaro quer acabar com o aumento real do salário mínimo?
    Bolsonaro recua e diz que perdão ao Holocausto não teve 'contexto histórico'
    Tags:
    ataques, terrorismo, Jair Bolsonaro, Sri Lanka, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar