14:24 18 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Míssil norte-coreano lançado do submarino (foto de arquivo)

    Mídia: Coreia do Norte está construindo submarino transportador de mísseis balísticos

    © REUTERS / KCNA
    Ásia e Oceania
    URL curta
    17290
    Nos siga no

    A Coreia do Norte está construindo submarino de 3.000 toneladas capaz de lançar mísseis balísticos, o que aumentaria capacidade norte-coreana de realizar ataque estratégico, escreve o jornal sul-coreano The Chosunilbo.

    De acordo com edição, as primeiras notícias sobre possibilidade de desenvolvimento norte-coreano de submarino transportador de mísseis balísticos foram divulgadas em 2016 pelo portal 38 North.

    Na época, satélites captaram na zona do porto Sinpo um objeto de uns 10 metros de diâmetro, que poderia ser o casco do satélite, o que excederia o tamanho do maior submarino em serviço no país asiático.

    "Sinpo é um centro de desenvolvimento de submarinos da Coreia do Norte. Os numerosos componentes que foram localizados no local de armazenamento aberto estão relacionados ao desenvolvimento de submarinos", declarou Shing-cheong Wu, diretor do Foro Sul-Coreano de Defesa e Segurança, comentando a situação atual na área portuária.

    Segundo o jornal, os cálculos mostram que o diâmetro das anteparas fotografadas daria à embarcação possibilidade de deslocar 3.000 toneladas, sendo, assim, capaz de transportar três ou quarto mísseis balísticos.

    Como se sabe, até agora, a Coreia do Norte possui apenas um submarino da classe Sinpo, que é capaz de transportar 2.000 toneladas, o que daria a chance de levar um míssil balístico, limitando-o, assim, de realizar ataque estratégico, visto que a Rússia e os EUA possuem de seis a doze mísseis instalados nos submarinos.

    Com um novo submarino, Pyongyang aumentaria significativamente capacidade de realizar ataque estratégico. Como escreve o jornal, é mais difícil detectar um submarino do que um lançador terrestre.

    Além disso, é importante levar em consideração que a Coreia do Norte deveria desenvolver míssil balístico para submarinos Pukguksong-3, que excederia o alcance dos modelos anteriores Pukguksong-1 e Pukguksong-2, que atingem alvos a aproximadamente 2.000 quilômetros.

    De acordo com o jornal sul-coreano, se o novo submarino for além do mar do Japão para o oceano Pacífico e lançar um míssil Pukguksong-3, seria possível atingir Guam ou Havaí, e de acordo com a fonte militar do jornal, "teoricamente, seria possível atravessar o oceano Pacífico e surgir perto da costa ocidental dos EUA".

    Mais:

    Coreia do Sul exige fechamento de 40 instalações nucleares norte-coreanas
    Poderá Japão reconciliar EUA com Coreia do Norte?
    EUA não planejam aliviar sanções da Coreia do Norte até a completa desnuclearização
    Tags:
    ataque, potencial, submarino, mísseis balísticos, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar