13:12 16 Julho 2019
Ouvir Rádio
    O presidente dos EUA Donald Trump fala com o líder norte-coreano Kim Jong-un depois de os dois líderes apertarem as mãos durante sua segunda reunião, em Hanói

    Mídia revela porque 2ª cúpula entre Trump e Kim terminou antes do prazo

    © REUTERS / Leah Millis
    Ásia e Oceania
    URL curta
    1328

    O fim antecipado da cúpula entre o líder norte-coreano Kim Jong-un e o presidente dos EUA, Donald Trump, poderia ter sido causado pela exigência de Trump de fechar as instalações secretas de enriquecimento de urânio na Coreia do Norte.

    O jornal The Sunday Times sublinha que se trata de uma instalação na cidade industrial de Chollima, a poucos quilômetros de Pyongyang.

    Durante a cúpula, a parte americana exigiu que Pyongyang destruísse as instalações e, após o recusa de Kim Jong-un de fazer isso, suspendeu as negociações. Depois, Trump voou para os EUA, quanto o líder norte-coreano continuou sua visita no Vietnã.

    A segunda cúpula entre os Estados Unidos e a Coreia do Norte se realizou nos dias 27 e 28 de fevereiro na cidade vietnamita de Hanói. No decorrer da coletiva de imprensa, Donald Trump declarou que os EUA decidiram não assinar o acordo e que é necessário um acordo "correto" ao invés de "rápido".

    O primeiro encontro entre Trump e Kim aconteceu em 12 de junho de 2018, em Singapura. À época, os mandatários concordaram em trabalha pela desnuclearização da península coreana e pela estabilização das relações entre seus países.

    Mais:

    Pompeo: Trump decidiu não assinar comunicado conjunto com Kim Jong-un
    Volta da Momo: Kim Kardashian chama atenção contra desafio mortífero
    Trump e Kim não atingem acordo na cúpula em Hanói
    Tags:
    cúpula, urânio enriquecido, Kim Jong-un, Donald Trump, Coreia do Norte, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar