18:30 07 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Soldados norte-americanos e sul-coreanos durante os exercícicos na Coreia do Sul

    EUA e Coreia do Sul irão reduzir escala de suas manobras conjuntas de primavera

    © AP Photo / Ahn Young-joon
    Ásia e Oceania
    URL curta
    420
    Nos siga no

    Washington e Seul planejam alterar a dimensão de suas manobras conjuntas marcadas para os próximos meses da primavera. Será que essa decisão já foi tomada há algum tempo ou tem algo a ver com a última cúpula entre o presidente dos EUA, Donald Trump, e o líder norte-coreano, Kim Jong-un?

    Os EUA e a Coreia do Sul estão se preparando para anunciar que seus exercícios militares conjuntos marcados para a primavera não serão mais realizados em grande escala. Ao invés disso, os países planejam realizar manobras menos importantes, relata a mídia americana citando autoridades dos EUA.

    Segundo escreve a NBC News, já há muito tempo que Washington anunciou que os exercícios de primavera, conhecidos como Foal Eagle e Key Resolve, seriam reduzidos em magnitude, mas um funcionário, que preferiu ficar anônimo, informou que o anúncio oficial seria feito nos próximos dias.

    A fonte também comentou que a possibilidade de diminuir a escala das manobras estava sendo estudada há algum tempo, afirmando que a decisão tomada não é um resultado da última cúpula entre Donald Trump e Kim Jong-un.

    No entanto, enquanto os EUA estão reduzindo seus exercícios militares, a Coreia do Norte continua com suas próprias manobras, informa a NBC. A esse respeito, o general Robert Abrams, comandante das forças dos EUA na Coreia do Sul, declarou recentemente que Pyongyang estava se preparando para realizar os exercícios militares do inverno com um milhão de soldados.

    Kim e o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, se encontraram na capital vietnamita, Hanói, no começo da semana, para sua segunda cúpula sobre a desnuclearização da península coreana, que terminou sem cordo.

    Os dois países deixaram em aberto a possibilidade de uma terceira cúpula, porém não há qualquer prazo definido para que isso ocorra no futuro.

    Mais:

    EUA não querem suspender sanções contra a Coreia do Norte sem programa de desnuclearização
    Coreia do Norte fez oferta aos EUA, mas Trump pediu por mais, diz chanceler
    China manda recado para EUA e Coreia do Norte após fracasso da cúpula: 'tenham paciência'
    Coreia do Norte poderia se tornar parceira militar dos EUA, afirma autoridade do Sul
    Tags:
    exercícios conjuntos, manobras, cúpula, Kim Jong-un, Donald Trump, Coreia do Sul, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar