19:08 15 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Funcionário limpando o local onde se deu a cúpula histórica entre Donald Trump e Kim Jong-un em Singapura, em 12 de junho de 2018

    Negociações preliminares aproximam Coreia do Norte a dias do encontro entre Kim e Trump

    © REUTERS / Jonathan Ernst
    Ásia e Oceania
    URL curta
    2 0 0

    Negociadores norte-coreanos e americanos conseguiram reduzir suas posições em várias questões durante o quinto dia de negociações preliminares antes da cúpula entre o líder norte-coreano Kim Jong-un e o presidente dos EUA, Donald Trump, informou a Yonhap nesta segunda-feira.

    "Os dois lados estão em negociações profundas… Eles estão engajados em discussões muito mais sérias do que as que aconteceram antes da primeira cúpula realizada em Cingapura no ano passado. (…) As diferenças estão diminuindo", disse uma fonte diplomática à agência de notícias Yonhap.

    A fonte acrescentou que as partes também poderiam ter alcançado algum progresso na questão do desmantelamento do complexo nuclear de Yongbyon, que é um dos principais elementos do programa nuclear norte-coreano.

    Comentando sobre o encontro, o presidente dos EUA, Donald Trump, disse no início do dia que espera fazer mais progressos na desnuclearização da Península Coreana durante sua segunda cúpula com Kim.

    “Acho que podemos ter uma reunião muito boa. Acho que teremos uma cúpula tremenda. Queremos a desnuclearização”, disse Trump durante uma reunião com governadores americanos na Casa Branca.

    Trump disse que se a Coreia do Norte concordar com a desnuclearização, o país estabelecerá muitos recordes em termos da velocidade de seu crescimento econômico.

    O presidente norte-americano e o líder norte-coreano devem se reunir na capital vietnamita, Hanói, de 27 a 28 de fevereiro, para sua segunda cúpula sobre a desnuclearização.

    Após a primeira cúpula, realizada no ano passado em Cingapura, o presidente dos EUA disse que a Coreia do Norte não representa mais uma ameaça nuclear aos Estados Unidos. A reunião resultou em um acordo estipulando que Pyongyang faria esforços para promover a desnuclearização completa da península em troca do congelamento dos exercícios militares anuais conduzidos por americanos e sul-coreanos.

    Tags:
    Casa Branca, Donald Trump, Kim Jong-un, Hanói, Estados Unidos, Península Coreana, Pyongyang, Cingapura, Vietnã, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar