10:41 18 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Soldados das tropas paramilitares indianas patrulham perto da mesquita Jamia Masjid, Srinagar, Jammu e Caxemira, Índia, 12 de julho de 2016

    Nova Deli convoca enviado paquistanês após ataque a militares indianos

    © AFP 2019 / TAUSEEF MUSTAFA
    Ásia e Oceania
    URL curta
    0 22
    Nos siga no

    O Ministério das Relações Exteriores da Índia decidiu convocar o chefe da missão diplomática do Paquistão em Nova Deli, Sohail Mahmood, após um expressivo ataque suicida contra um comboio militar indiano na Caxemira, região disputada pelos dois países.

    O incidente em questão, ocorrido ontem na cidade de Pulwama, deixou dezenas de vítimas. A polícia revelou que todos os 44 passageiros de um dos ônibus do comboio foram mortos, além de uma pessoa que estava em outro ônibus. 

    De acordo com o Hindustan Times, o secretário de Relações Exteriores indiano, Vijay Gokhale, disse nesta sexta-feira ao diplomata paquistanês que Islamabad precisa adotar medidas imediatas e claras contra a Jaish-e-Mohammed (JeM), organização extremista que reivindicou a autoria do atentado.

    O ataque de Pulwama é o mais grave a atingir a Caxemira nos últimos anos. Em 2016, militantes islâmicos da Jaish-e-Mohammed causaram comoção ao invadir uma base militar indiana perto da cidade de Uri e matar 19 pessoas.

    Nova Deli acusou inúmeras vezes Islamabad de patrocinar grupos terroristas no estado de Jammu e Caxemira, alegação negada pelas autoridades paquistanesas.

    Tags:
    Jaish-e-Mohammed (JeM), Sohail Mahmood, Vijay Gokhale, Uri, Pulwama, Caxemira, Paquistão, Índia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar