19:10 23 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Homem vê a notícia mostrando imagens de arquivo do lançamento de mísseis da Coreia do Norte em uma estação ferroviária em Seul, em 12 de fevereiro de 2017. Nesse dia, a Coreia do Norte disparou um míssil balístico, em aparente provocação para testar a resposta do novo presidente Donald Trump, disse o Ministério da Defesa sul-coreano

    EUA espera que Coreia do Norte declare todos seus programas de armas nucleares e mísseis

    © AFP 2019 / JUNG Yeon-Je
    Ásia e Oceania
    URL curta
    513

    O enviado especial dos EUA para a Coreia do Norte, Stephen Biegun, pediu a Pyongyang que declare todos os seus programas de armas nucleares e mísseis para avançar na desnuclearização completa da península coreana.

    "Antes que o processo de desnuclearização possa ser final, também precisamos entender completamente o escopo completo dos programas de mísseis e de armas de destruição em massa da Coreia do Norte, o que alcançaremos em algum momento através de uma declaração exaustiva", disse Biegun durante um pronunciamento na Universidade de Stanford.

    O diplomata dos EUA acrescentou que será necessário "chegar a um acordo sobre o acesso de especialistas e mecanismos de monitoramento aos principais locais de acordo com os padrões internacionais e, finalmente, garantir a retirada e a destruição das reservas de materiais de fissão, armas, mísseis, lançadeiras e outras armas de destruição em massa".

    De acordo com Biegun, todas essas questões terão de ser abordadas durante as negociações entre os grupos de trabalho. 

    O presidente dos EUA, lembrou o enviado, deixou claro que, se a Coreia do Norte cumprir o compromisso de completar a desnuclearização, a resposta dos EUA "superará o que se acreditava ser possível".

    Donald Trump e Kim Jong-un devem se encontrar novamente no final de fevereiro, em algum lugar não especificado do continente asiático.

    Mais:

    'Estupidez': diplomata russo ironiza suposta oferta de usina nuclear à Coreia do Norte
    EUA veem Rússia como 'parte vital' para a desnuclearização da Coreia do Norte
    CIA e Coreia do Norte têm mantido negociações sigilosas desde 2009, revela mídia
    Relatos: Coreia do Norte tem mísseis balísticos em base militar não declarada
    Trump diz que alcançou 'grandes progressos' nas negociações com Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar