01:45 19 Junho 2019
Ouvir Rádio
    Wang Qishan, novo vice presidente da China, em uma durante o 19º Congresso do Partido Comunista chinês, em 2017.

    Vice-presidente chinês pede diálogo para melhorar relações com os EUA

    © AP Photo / Mark Schiefelbein
    Ásia e Oceania
    URL curta
    350

    O vice-presidente da China, Wang Qishan, pediu diálogo e consultas para relações bilaterais saudáveis ​​e estáveis ​​entre seu país e os Estados Unidos, informou a agência de notícias chinesa Xinhua nesta quinta-feira (10).

    Qishan disse que deve haver um respeito mútuo nos campos de soberania, segurança e interesses de desenvolvimento. As diferenças devem ser cuidadas e controladas, também afirmou o vice-presidente chinês.

    Suas declarações foram feitas durante o 40º aniversário do estabelecimento de relações diplomáticas entre a China e os Estados Unidos no Grande Salão do Povo em Pequim.

    A China e os Estados Unidos fizeram progressos em "questões estruturais" nas negociações nesta semana, depois que a guerra comercial diminuiu o fluxo de mercadorias no valor de centenas de bilhões de dólares.

    O presidente dos EUA, Donald Trump, disse nesta quinta-feira que o país estava tendo um tremendo sucesso em suas negociações comerciais com a China, um dia depois de as autoridades americanas e chinesas terem concluído três dias de negociações em Pequim.

    Mais:

    Armamento oculto? China apresenta base secreta subterrânea (VÍDEO)
    Conselheiro de segurança nacional do Afeganistão visita China em busca de cooperação
    Rússia e China planejam parceria para pesquisa em águas profundas
    China: guerra comercial pode ter causado 1ª queda na venda de carros em 20 anos
    EUA serão culpados se conflito com Pequim ocorrer no mar do Sul da China, diz pesquisador
    Tags:
    Wang Qishan, Estados Unidos, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar