19:47 13 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Duterte testa os armamentos

    Duterte volta a atacar a Igreja Católica em discurso inflamado nas Filipinas

    © Foto / REUTERS/Romeo Ranoco
    Ásia e Oceania
    URL curta
    1244
    Nos siga no

    O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, compartilhou seus pontos de vista sobre os princípios fundamentais da fé cristã, chamando a doutrina da Santíssima Trindade de "tola" e afirmando que era "inexpressivo" que um deus verdadeiro fosse crucificado.

    Em seu último discurso contra a Igreja Católica, Duterte começou zombando da Santíssima Trindade – do Pai, do Filho e do Espírito Santo –, ou três expressões de uma essência divina.

    "Há apenas um Deus, ponto final. Você não pode dividir Deus em três, isso é bobagem", opinou Duterte na cidade de Kidapawan.

    "Você já está orando em um só Deus, então você vai orar por esses santos amaldiçoados. Há apenas um Deus", acrescentou o presidente das Filipinas.

    O líder de 73 anos aumentou sua retórica quando se tratou da crucificação de Jesus Cristo, usando uma linguagem extremamente vulgar para atacar o que bilhões em todo o mundo consideram o plano divino de salvação da humanidade através do sacrifício de seu filho.

    "Seu Deus foi pregado na cruz. P****! Quão inexpressivo", comentou Duterte, falando em tagalo.

    "Eu sou Deus e você vai me crucificar? Filho da p***. Eu diria a eles: Trovão, termine com todos eles. Queime todos os não crentes", prosseguiu.

    Duterte não parou por aí, continuando seu discurso com um ataque contra a veneração dos santos e a crença em sua intervenção divina.

    "Santa Catalina, Santa Ana, São Tomás, São Sebastião, São Rodrigo, eles não são nada… eu não os conheço. Olha, esses documentos foram escritos — se foram — 3.000 anos atrás. Por que eles se importariam com nossas vidas agora?", avaliou.

    O presidente filipino, que revelou em 2015 que foi molestado por um padre quando era jovem, frequentemente critica a instituição da Igreja Católica, que por sua vez continua a argumentar contra sua liderança e suas políticas antidrogas cerebrais.

    Suas duras declarações contra o Vaticano provocaram repetidas condenações da comunidade cristã em todo o mundo.

    Mais:

    'Idiotas': Duterte volta a atacar tribunal que questiona sua letal guerra contra as drogas
    Duterte: meus críticos estrangeiros dariam bons alvos humanos às tropas filipinas
    Duterte pede desculpas por ter xingado Obama de 'filho da p***' e chama Trump de amigo
    Tags:
    críticas, católicos, ateus, religião, Igreja Católica, Deus, Jesus Cristo, Rodrigo Duterte, Filipinas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar