09:12 04 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    13191
    Nos siga no

    O Ministério das Relações Exteriores da China convocou neste sábado (8) o embaixador canadense em Pequim, John McCallum, como forma de protesto contra a detenção de Meng Wanzhou, diretora financeiro da gigante de telecomunicações chinesa Huawei.

    Meng enfrenta acusações de fraude nos Estados Unidos, país com o qual o Canadá tem um tratado de extradição assinado. A diretora foi presa no dia 1º de dezembro em Vancouver para ser entregue ao lado norte-americano.

    "O vice-ministro das Relações Exteriores da China, Le Yuchen, convocou com urgência, no sábado, o embaixador canadense em Pequim para manifestar forte protesto e fazer uma apresentação sobre a detenção do diretor financeiro da Huawei no Canadá", disse o comunicado.

    Os chineses alertaram o Canadá sobre possíveis "sérias conseqüências" caso Meng não seja libertada, acrescentou o comunicado.

    Mais:

    China lança sonda espacial para explorar segredos da Lua (VÍDEO)
    Fim da guerra? China se diz 'confiante' por acordo comercial com os EUA em 90 dias
    China está a caminho da monopolização do 'petróleo do século XXI'
    China exige que Canadá liberte executiva chinesa presa a pedido dos EUA
    Tags:
    diplomacia, Huawei, Meng Wanzhou, Canadá, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar